Caderneta de Poupança: pare de perder dinheiro!

Tempo de leitura: 5 minutos

Você gosta da “segurança” da caderneta de poupança e tem medo de investir?

 

Na sua cabeça, a palavra investimento está relacionada a grandes riscos de perder dinheiro?

 

Você pensa que investimento é algo difícil e que demanda muito tempo?

Se você respondeu “sim” a estas perguntas, provavelmente o seu dinheiro está realmente “investido” na famosa “Caderneta de Poupança”.

 

Poupança_Caderneta_Porquinho


Histórico e Rentabilidade


 

A caderneta de poupança é a forma mais antiga e popular de aplicação financeira do Brasil e foi criada em 1861 pelo Imperador Dom Pedro II, juntamente com a Caixa Econômica Federal.

 

Atualmente, a poupança possui duas formas de rentabilidade, que variam de acordo com as datas de depósitos:

poupanca_rentabilidade_remuneracao_historico

Obs.: A Taxa Referencial (TR) é uma taxa de juros básica, divulgada mensalmente pelo Banco Central e calculada a partir da taxa média mensal ponderada dos CDBs das trinta maiores instituições financeiras do país.


Cenário Atual


  • Taxa SELIC (fev/16): +14,25% ao ano (a.a.)
  • Remuneração da poupança: 0,50% ao mês + TR
  • Remuneração da poupança nos últimos 12 meses (fev/15 a jan/16): 8,12% ao ano (a.a.)
  • Inflação dos últimos 12 meses medida pelo IPCA (fev/15 a jan/16): 10,71% ao ano (a.a.)

A prova matemática de que você está perdendo dinheiro na caderneta de poupança


De posse destas informações, já podemos provar como você está perdendo o seu dinheiro ao simplesmente deixar o seu patrimônio aplicado na poupança, através de um exemplo simples.

 

Suponhamos que há 1 ano você tivesse a oportunidade de comprar uma TV de última geração por R$ 5.000,00.

 

Entretanto, por algum motivo você não efetuou a compra e deixou a quantia de R$ 5.000,00 na poupança.

Com o rendimento no último ano de 8,12%, você hoje tem R$ 5.406,00 e resolve finalmente comprar a TV.

 

Ao chegar à loja, o vendedor informa que a TV aumentou de preço com base na inflação e custa atualmente R$ 5.535,50.

 

Inconformado com esta situação, você faz algumas pesquisas na internet e confirma que a inflação acumulada nos últimos 12 meses medida pelo IPCA foi de 10,71% (fev/15 a jan/16).

Ou seja, no início de 2015 você poderia comprar a TV de R$ 5.000,00, mas depois de 1 ano com o dinheiro na caderneta de poupança você precisaria completar com mais R$ 129,50 para comprar a mesma televisão.

 

Está achando pouco dinheiro?

Imagina, então, que no lugar da TV você estivesse comprando uma casa nova no valor de R$ 400.000,00?

 

Neste caso, você precisaria completar com mais de R$ 10.000!

Acredito que ninguém gosta de perder valores tão elevados…


Perdas ainda maiores no longo prazo


Atualmente, as pessoas que simplesmente deixam seu dinheiro na poupança com medo de investir estão perdendo em torno de 2,6% ao ano (a.a.), considerando a diferença entre o rendimento da poupança e a inflação dos últimos 12 meses (8,12% e 10,71%, respectivamente).

 

E se já perdemos dinheiro em apenas 1 ano, como seria uma perda desta ordem de grandeza ao longo do tempo?

Como uma imagem vale mais do que mil palavras, o gráfico a seguir ilustra como seria a evolução de um patrimônio inicial de R$ 50.000,00 (cinquenta mil reais) considerando um rendimento da poupança de 8,12% a.a. contra um investimento que rende os mesmos 10,71% a.a. da inflação nos últimos 12 meses.

Poupança x Inflação_IPCA

Perceba que no início a diferença não é tão considerável, mas com o passar dos anos (graças aos juros compostos) a diferença passa a ser muito grande.

 

A forma mais apropriada de ler este gráfico é a seguinte: mantendo um investimento que me remunere igualmente à inflação eu manterei o meu poder de compra ao longo dos anos.

Por outro lado, caso eu mantenha meu dinheiro em uma aplicação que renda abaixo da inflação (como o atual momento da poupança), estarei perdendo meu poder de compra e, consequentemente, empobrecendo com o passar dos anos.

 

Chega de “queimar” dinheiro


Você sabia que atualmente nós temos disponíveis muitos investimentos remunerando acima da inflação com a mesma segurança da poupança?

E que alguns destes investimentos chegam a pagar o dobro da sua “velha conhecida” Caderneta de Poupança?

Se a sua resposta foi “não”, você precisa ler urgentemente o nosso artigo sobre os melhores investimentos para 2016.

Nestes investimentos, os rendimentos seriam ainda maiores do que aqueles apresentados no gráfico e você estaria ganhando dinheiro efetivamente e aumentando o seu poder de compra, ou seja, enriquecendo verdadeiramente.

 

Muitas pessoas não investem com a desculpa de que podem precisar do dinheiro a qualquer momento para eventuais emergências. Entretanto, existem opções muito mais atrativas do que a poupança e com liquidez diária, ou seja, você pode sacar o dinheiro quando quiser.

Para saber como fazer estas aplicações de forma segura fique atento às nossas próximas publicações, onde apresentaremos todas estas opções e daremos o passo a passo para você iniciar os seus investimentos.

Para finalizar, deixo uma mensagem para reflexão:

“As pessoas tem tanto medo de perder dinheiro, que elas perdem…”

(frase extraída do livro “Pai Rico Pai Pobre”, de Robert T. Kiyosaki e Sharon L. Lechter)

Gostou do artigo? Conhece pessoas que ainda resistem em manter seu dinheiro na poupança? Que tal compartilhar este material para ajudá-las a entender a verdadeira lógica deste tipo de aplicação?

Para receber nossas atualizações gratuitamente com dicas de investimentos que poderão mudar completamente sua vida financeira, basta cadastrar seu e-mail logo abaixo. Lembrando que é 100% gratuito. Você só tem a ganhar!

Investindo com inteligência e segurança

Insira o seu endereço de e-mail abaixo para receber gratuitamente as atualizações do blog!>

18 Comentários


  1. Belo artigo. Fiquei impressionado com a linguagem didática e de fácil compreensão. Eu já vinha acompanhando o assunto e já sabia que a poupança não estava bem, mas com esse artigo consegui convencer meu pai…

    Responder

    1. Roberto, é gratificante saber que o artigo foi útil para você. Continue acompanhando o site que teremos boas novidades em breve!

      Responder

  2. Gostei do texto. Parabéns. Escutamos muito que a poupança está ruim, mas ninguém se preocupou em demonstrar isso.

    Responder

    1. Obrigado, William. Cada comentário serve de incentivo para continuarmos com o site!

      Responder

  3. Mas se você comparar a poupança com a inflação entre 2000 e 2015, a poupança só perde para inflação em 2002 e 2015…

    Responder

    1. Sim, Luiz. Mas a tendência para o próximo ano continua sendo que a poupança perca atratividade frente a outros investimentos atrelados à inflação ou SELIC. E vamos apresentar investimentos que ganham da poupança e da inflação com muita facilidade. Nossa ideia não é comparar somente inflação contra poupança, mas sim mostrar que o pessoal pode facilmente obter ganhos muito maiores do que a poupança num cenário de curto e médio prazo. A comparação com a inflação em 2015 foi só uma forma de demonstrar como no atual momento a poupança está pior ainda. E obrigado pelo seu comentário altamente enriquecedor para nossa discussão. Essa é a intenção do site, fomentar o debate em torno do tema.

      Responder

  4. Conheci o site agora e estou impressionado com a didática e linguagem fácil com que vocês abordam esses assuntos. Parabéns !!!

    Responder

  5. O que voce acha do investimento em RDBs , é bom e confiavel ?

    Responder

    1. Leandro, como tem a cobertura do FGC, podemos considerar um investimento teoricamente seguro. Em relação a ser um bom investimento, precisa analisar vários fatores, como rentabilidade, aplicação mínima e prazo para resgate.

      Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *