LCI da Caixa (CEF): vale a pena investir?

Tempo de leitura: 8 minutos

Talvez o primeiro passo da maioria dos investidores, após descobrirem que a poupança é um péssimo local para deixar o dinheiro, seja aplicar em uma LCI da Caixa Econômica Federal (CEF).

Mas qual seria o motivo para tanto sucesso da LCI da Caixa?

LCI CEF

À primeira vista, só podemos pensar que a explicação para isto é o fato de muitas pessoas terem conta neste banco, seja para receberem seu salário ou em virtude do financiamento da tão sonhada “casa própria”.

caixa financiamento casa própria

E você sabe quais as principais características deste investimento? Ou, melhor ainda, sabe avaliar se a LCI da CEF é realmente uma boa aplicação? Vale a pena fazer este investimento?

Se a resposta foi “não” para alguma destas perguntas, é imprescindível a leitura deste artigo até o final.


Valores para aplicação


O valor mínimo para fazer uma aplicação na LCI da Caixa é de R$ 30.000 (trinta mil reais).

Caso o investidor já tenha uma LCI e deseje aumentar o valor investido deverá aplicar novamente um mínimo de R$ 30.000 (trinta mil reais).

Ou seja, se você aplicou em janeiro R$ 30.000 e em junho conseguiu juntar mais R$ 10.000 não poderá fazer um novo aporte de apenas R$ 10.000. Precisará juntar novamente o mínimo de R$ 30.000 para fazer o investimento.


Prazos


O prazo mínimo do investimento é de 90 dias (3 meses).

Já o prazo máximo é de 1.100 dias (3 anos).

Após este prazo máximo, o investidor obrigatoriamente precisa resgatar seu dinheiro, mas poderá fazer uma nova aplicação sem qualquer impedimento.


Resgate


resgate lci caixa

A Caixa Econômica Federal (CEF) oferece duas modalidades de aplicação em LCI:

  • Sem resgate.
  • Com resgate.

Na modalidade “sem resgate”, o investidor define no momento da aplicação qual o período que ficará com o dinheiro aplicado e só poderá efetuar o saque do seu dinheiro no término deste período.

Na modalidade “com resgate”, o investidor também define qual o período de sua aplicação, mas poderá sacar o dinheiro a qualquer instante, desde que respeitado o prazo mínimo de 90 dias.

É importante ressaltar que o investidor não precisa resgatar todo o dinheiro aplicado. Ou seja, o resgate pode ser total ou parcial.

Entretanto, o resgate parcial mínimo é de R$ 1.000 e o saldo mínimo da aplicação deverá ser de R$ 5.000.

Desta forma, se o investidor possui R$ 30.000 aplicados em uma LCI da CEF, ele pode solicitar o resgate de R$ 1.000 até R$ 25.000. Caso deseje resgatar R$ 26.000, o saldo final seria de R$ 4.000 (abaixo do limite mínimo) e o investidor teria que fazer o resgate completo de R$ 30.000.


Rentabilidade da LCI da Caixa


A rentabilidade da LCI da Caixa é dada por um percentual do CDI.

Obs.: Atualmente (jun/16) o CDI está rendendo 14,13% ao ano. Para consultar o valor atualizado do CDI, acesse nossa seção sobre índices econômicos.

Fizemos uma consulta ao site da Caixa Econômica Federal (CEF) em junho de 2016 e simulamos diversos cenários de prazo e valores de investimento para verificar as rentabilidades oferecidas.

Rentabilidade LCI Caixa

Obs.: Para obter a rentabilidade atualizada e personalizada de acordo com o seu perfil de relacionamento com o banco, sugerimos a consulta direta à sua conta (internet banking) ou ao seu gerente. Estas rentabilidades apresentadas foram simuladas pelos autores deste blog em jun/16 e serão atualizadas semestralmente.

Um fato curioso que nos chamou a atenção é que não houve diferença na rentabilidade oferecida pela LCI da Caixa nas modalidades “com resgate” e “sem resgate”.

A princípio acreditávamos que ao escolher a opção “sem resgate” a LCI da Caixa ofereceria uma rentabilidade maior em função do investidor se comprometer a deixar seu dinheiro preso até o final.

Entretanto, as rentabilidades informadas no site foram exatamente as mesmas.

Desta forma, acreditamos que o ideal é investir na modalidade “com resgate”, uma vez que você poderá sacar seu dinheiro a qualquer momento após os primeiros 90 dias.

Outro ponto que merece atenção é o fato da rentabilidade da LCI da Caixa não variar conforme o prazo.

De início imaginávamos que aplicações com prazos maiores teriam um maior rendimento, mas não foi isto que observamos na simulação.

Sendo assim, o único parâmetro que interferiu na rentabilidade da LCI foi o valor aplicado.

Quanto maior o investimento realizado, maior é a remuneração oferecida pela LCI da Caixa.

Abaixo segue a imagem com o print das consultas que fizemos diretamente no site da Caixa Econômica Federal.

Rendimento LCI Caixa


Está gostando deste artigo? Que tal testar seus conhecimentos em educação financeira e investimentos?

Preparamos um rápido e divertido Quiz com apenas 7 perguntas.

No final, você ainda saberá com qual personagem famoso se parece! Apostamos que o resultado irá te surpreender!

Pronto para o desafio? Então, acesse o Quiz através deste link.


Comparação: “LCI da Caixa x Poupança”


Para saber se a LCI da Caixa é uma boa opção de investimento, além de analisarmos todas as características apresentadas anteriormente é de fundamental importância que façamos também uma análise comparativa com outras aplicações.

Desta forma, a primeira comparação será com a tradicional “Caderneta de Poupança”.

Para isto, tomaremos por base o rendimento da poupança dos últimos 12 meses de 8,37% e a LCI da Caixa no valor de R$ 30.000 e rentabilidade de 80,6% do CDI.

Sendo assim, o gráfico abaixo mostra a diferença entre investir R$ 30.000 durante um ano na “Poupança” ou na “LCI da Caixa”.

LCI Caixa e Poupança

Considerando o atual CDI de 14,13% a.a. (jun/16), a rentabilidade anual da LCI da Caixa é de 11,39%, ou seja, superior à rentabilidade anual da poupança de apenas 8,37%.

Esta maior rentabilidade é explicitada no gráfico acima, onde é possível observar que a LCI da Caixa é realmente mais lucrativa do que a aplicação na Poupança e rendeu quase R$ 1.000 a mais durante o período de um ano para uma aplicação inicial de R$ 30.000.

Desta forma, no confronto contra a Poupança a LCI da Caixa é a vencedora!


Comparação: “LCI da Caixa x LCI de bancos menores”


A primeira batalha da LCI da Caixa foi muito fácil, não acha? Já vimos em artigo exclusivo que a poupança é um dos piores lugares para você deixar seu dinheiro investido.

Vamos então subir o nível do confronto e comparar a LCI da Caixa com a LCI oferecida por outros bancos menores e com boa saúde financeira e grau de investimento atestado pelas principais agências de rating do mercado financeiro.

Para isto, vamos continuar com o valor-base de R$ 30.000 e fazer a comparação entre as seguintes LCIs:

  • LCI da Caixa com rentabilidade de 80,6% do CDI.
  • LCI do Banco Original com rentabilidade de 90% do CDI.
  • LCI do Banco Daycoval com rentabilidade de 94% do CDI.

Obs.: O rendimento da LCI do Daycoval foi verificada no próprio site do banco. Já a LCI do Banco Original foi verificada no site da corretora Easynvest.

LCI da Caixa Daycoval Original Poupança

Pela análise dos dados é possível observar que a LCI da Caixa só vence a poupança e perde para os outros dois bancos de menor porte (Original e Daycoval).

Para quem ainda tem medo de investir em bancos menores, sugerimos a leitura de dois artigos de nosso blog que abordam este tema:


Considerações


Aprendemos neste artigo as principais características da LCI da Caixa:

  • Investimento mínimo de R$ 30.000
  • Prazo mínimo para resgate de 90 dias (3 meses) e prazo máximo de 1.100 dias (3 anos)
  • Aplicações na modalidade “sem resgate” ou “com resgate”
  • Possibilidade de resgate total ou parcial dos valores investidos na modalidade “com resgate”
  • Rentabilidade atrelada ao CDI e variável de acordo com o valor investido

Vimos também que a LCI da Caixa é uma alternativa mais lucrativa do que a “Caderneta de Poupança”.

Entretanto, existem outras opções de investimento mais rentáveis do que a aplicação na Caixa Econômica Federal.

Além do investimento em LCI de bancos menores ser mais lucrativo, esta alternativa apresenta praticamente a mesma segurança da aplicação na LCI da CEF, desde que você observe o limite máximo de R$ 250.000 garantido pelo Fundo Garantidor de Crédito (FGC).

Entendemos que grande parcela dos investidores geralmente começa a se aventurar pelo mundo das aplicações justamente nos maiores bancos do mercado e após alguns meses de estudo percebem que podem ganhar mais com a mesma garantia.

Portanto, te parabenizamos por ter lido este artigo e investido tempo no aprimoramento da sua educação financeira.


Para conhecer as características de outros investimentos nos principais bancos, recomendamos a leitura de nossa série especial sobre o tema:


Se tiver alguma dúvida ou sugestão, basta deixar um comentário aqui embaixo.

Se gostou do artigo, que tal compartilhar nas redes sociais?

60 Comentários


  1. Olá. Muito bom o artigo.
    Entrei no site da caixa a pouco e verifiquei a seguinte informação: “Preço unitário de emissão: R$ 1.000,00 (um mil reais);”. Fiquei em dúvida, mas isso implica dizer que eles cobram para que possamos fazer o investimento? A cada investimento realizado essa taxa seria cobrada?

    Obrigado.

    Responder

    1. George, a Caixa não cobra taxa para investimento em LCI. E mesmo se cobrasse o valor de mil reais seria algo exorbitante. Provavelmente eles botaram preço unitário de emissão de R$ 1.000 e informaram que a emissão mínima são 30, ou seja, isso representa um investimento mínimo inicial de R$ 30.000 (o que é praticado pela Caixa). Nunca vi isso neste banco, mas isto é comum de aparecer na corretora XP Investimentos.

      Responder

  2. eu tenho 85 mil reais na poupança qual seria o melhor investimento sem imposto de renda???

    Responder

  3. o BANCO ORIGINAL É CONFIÁVEL? EU QUERIA INVESTIR NO LCI da caixa e com?

    Responder

  4. Boa noite
    Muito boa esta matéria, esclareceu muitas dúvidas minhas e me abriu os olhos para outros investimentos. Obrigado..

    Responder

  5. Excelente texto. Muito obrigado.
    Ainda não tenho conta na Cef. Estou pensando em abrir uma. Tenho na faixa de 500 mil, poderias simular uma aplicação de 2 anos, com e sem resgate.
    Obrigado
    Marcus

    Responder

    1. Marcus, desculpe a demora na simulação. Como só é possível simular entre 11:00 e 17:00, tivemos um pouco de dificuldade. Mas seguem as rentabilidades:

      LCI com resgate (2 anos e R$ 500.000): 81,85% do CDI
      LCI sem resgate (2 anos e R$ 500.000): 84,74% do CDI

      Esta rentabilidade serve apenas com ordem de grandeza, pois pode variar de acordo com o perfil e relacionamento do cliente com o banco. Mas é um bom parâmetro para você negociar com o gerente caso ele ofereça valores menores.

      Esperamos ter ajudado! Um abraço e obrigado pela visita ao blog.

      Responder

  6. PRIMEIRAMENTE QUERIA PARABENIZAR VOCES PELO EXCELENTE ARTIGO

    AGORA, TAMBEM GOSTARIA DE SABER A OPINIAO DE VOCES A RESPEITO DO RDC DO SICOOB. SE EH UM INVESTIMENTO SEGURO.

    GRATA

    Responder

    1. Alessandra, RDC do Sicoob é como se fosse o CDB de um banco, mas é emitido por uma cooperativa. Não existe a garantia do FGC, mas existe um FGCoop com características similares. Entretanto, confesso que nunca investi nesta modalidade e não sei a real segurança deste FGCoop. Pelo potencial risco e rentabilidades próximas de 100% do CDI, acredito que seja mais interessante abrir uma conta em uma corretora independente e pegar um CDB com rentabilidade acima de 100% do CDI. Obrigado pela sua participação.

      Responder

  7. Achei excelente a iniciativa de vocês e esta sendo fundamental para planejar o futuro financeiro daqui de casa.

    Responder

  8. Olá, boa noite gostaria de agradecer os ensinamentos postados, muito esclarecedor o aprendizado! Obrigado.

    Responder
← Anteriores Página 2 de 2

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *