Banco Daycoval é um bom banco?

Com o aumento da educação financeira da população brasileira, muitas pessoas passaram a procurar boas oportunidades de investimentos, crédito ou financiamento em bancos de menor porte. Dentro deste cenário, preparamos este artigo para analisar se o Daycoval é um bom banco.

banco daycoval é um bom banco

É importante ressaltar que o Banco Daycoval não possui modalidades de conta corrente similar ao que encontramos em bancos como Itaú, Caixa Econômica e Banco do Brasil, por exemplo.

Desta forma, não é possível receber o seu salário na conta aberta no Daycoval, uma vez que esta conta é exclusiva para fazer investimentos, obtenção de crédito e/ou financiamento e não pode receber ou enviar dinheiro para contas de outra titularidade.

O Banco Daycoval tem como seu principal negócio o crédito para empresas, que responde pela maior fatia das suas operações. Entretanto, existem opções atrativas para as pessoas físicas, concentradas principalmente nos atrativos investimentos de Renda Fixa.




Produtos do Banco Daycoval


O Banco Daycoval disponibiliza quatro produtos principais para seus clientes, a saber:

  • Investimentos
  • Crédito Pessoa Física
  • Câmbio
  • Crédito Empresarial

Investimentos para Pessoas Físicas


Através do Banco Daycoval é possível investir em Renda Fixa e Fundos de Investimentos.

  • Renda Fixa

A plataforma online de investimentos em Renda Fixa do banco é denominada “Daycoval Investe” e é necessária abertura de uma conta nesta plataforma para iniciar suas aplicações no banco. 

A conta aberta no “Daycoval Investe” receberá créditos apenas de outras contas de mesma titularidade, é exclusiva para investimentos, não pode ser conjunta e não possui nenhuma tarifa.

Ou seja, os depósitos e saques no “Daycoval Investe” só podem ser feitos para uma conta de mesma titularidade em outra instituição financeira. Não é possível movimentar a conta via saques em espécie, talão de cheques, cartão de débito ou cartão de crédito.

Caso receba em sua conta algum TED ou DOC de outra titularidade, o valor será devolvido para a conta de origem.

Vamos conhecer agora um pouco mais dos investimentos em Renda Fixa disponíveis para pessoas físicas no “Daycoval Investe”: CDB, LCA, LCI e LF.

Obs.: Se você não entende sobre o funcionamento de investimentos em Renda Fixa, sugerimos a leitura deste artigo.

  • CDB

O CDB do Banco Daycoval apresenta possibilidade de escolha entre rentabilidade pré-fixada ou pós-fixada, investimento mínimo de R$ 1.000 e garantia de até R$ 250.000 pelo FGC.

A incidência de Imposto de Renda é regressiva com o tempo, variando entre a alíquota máxima de 22,5% e a mínima de 15,0% sobre o lucro do investimento.

Fizemos uma consulta em abril de 2017 e encontramos as seguintes taxas e prazos para investimentos no CDB do Daycoval:

cdb pré-fixado banco daycoval

cdb pós-fixado banco daycoval

O Daycoval também oferece uma opção de investimento em CDB com liquidez diária e rentabilidade de 100% do CDI.

Obs.: Para taxas atualizadas, recomendamos o acesso direto ao site do Banco Daycoval: https://daycovalinveste.com.br/Produtos/TaxasPrazosRentabilidade

  • LCI e LCA

A LCI e LCA do Banco Daycoval também apresentam possibilidade de escolha entre rentabilidade pré-fixada ou pós-fixada. Entretanto, o investimento mínimo é de R$ 5.000, ou seja, superior ao investimento mínimo em CDB.

A garantia de até R$ 250.000 pelo FGC também se aplica a estes investimentos, que são isentos do pagamento de Imposto de Renda.

As taxas e prazos para aplicações em LCI e LCA do Daycoval são idênticas e segue a nossa consulta realizada em abril de 2017:

lci lca pré-fixado banco daycoval

lci lca pós-fixado banco daycoval

Obs.: Para taxas atualizadas, recomendamos o acesso direto ao site do Banco Daycoval: https://daycovalinveste.com.br/Produtos/TaxasPrazosRentabilidade

  • LF

A LF (Letra Financeira) do Banco Daycoval também apresenta possibilidade de escolha entre rentabilidade pré-fixada ou pós-fixada, mas o investimento mínimo de R$ 150.000 é muito superior aos investimentos anteriores.

Como o prazo mínimo de aplicação é de 2 anos, a alíquota do Imposto de Renda é fixa de 15% sobre os rendimento do investimento.

É importante ressaltar que o investimento em LF não é coberto pelo FGC.

lf pré-fixado banco daycoval

lf pós-fixado banco daycoval

Obs.: Para taxas atualizadas, recomendamos o acesso direto ao site do Banco Daycoval: https://daycovalinveste.com.br/Produtos/TaxasPrazosRentabilidade


Está gostando do artigo e se interessa por investimentos em Renda Fixa? Então você não pode deixar de conhecer a estratégia dos autores deste blog para aumento de patrimônio de forma consistente e segura.


  • Fundos de Investimentos

Para aplicar em fundos de investimentos, é possível tanto a utilização do “Daycoval Investe” quanto a utilização de outra plataforma do banco denominada “Daycoval Asset Management”.

Os fundos de investimentos do Banco Daycoval são separados em três categorias:

  • Conservador

fundo de investimento conservador do daycoval

É possível observar, por exemplo, que o fundo de investimento “Daycoval Renda Fixa F.I.” teve uma rentabilidade equivalente a 98,94% do CDI se considerado os últimos 12 meses (mai/16 a abr/17) e 92,42% do CDI se considerado o desempenho desde o seu início em outubro de 1995.

Este fundo de investimento aplica preponderantemente em títulos públicos, possui taxa de administração de 0,50% a.a. e aplicação mínima de R$ 500,00.

A incidência de Imposto de Renda é similar às aplicações em CDB e Tesouro Direto, ou seja, regressiva com o tempo (variando do máximo de 22,5% ao mínimo de 15,0% sobre o lucro).

  • Moderado

fundo de investimento moderado do daycoval

Nesta categoria, o fundo com maior desempenho nos últimos 12 meses foi o “Daycoval Multifunds Fic Fim” com rentabilidade de 130,26% do CDI.

A composição da carteira deste fundo de busca equilibrar investimentos mais conservadores, com menor volatilidade no resultado, e aplicações mais agressivas que podem se utilizar de alavancagem para potencializar seus ganhos.

Este fundo de investimento possui taxa de administração de 0,60% a.a., taxa de performance de 10% sobre o que exceder o CDI e aplicação mínima de R$ 500,00.

A incidência de Imposto de Renda é similar às aplicações em CDB e Tesouro Direto, ou seja, regressiva com o tempo (variando do máximo de 22,5% ao mínimo de 15,0% sobre o lucro).

  • Arrojado

fundo de investimento arrojado do daycoval

Só existe um fundo de investimento com perfil arrojado no Banco Daycoval e apesar da excelente rentabilidade nos últimos 12 meses de 20,38%, é possível observar que a rentabilidade desde o início do fundo em 2011 é muito próxima de zero.

A política de investimentos deste fundo visa a aplicação em ações, possui taxa de administração de 2,8% a.a., taxa de performance de 20% sobre o que exceder o Ibovespa e aplicação mínima de R$ 500,00.

A alíquota do Imposto de Renda é de 15%, aplicável no momento do resgate das cotas.

Obs.: Consultas realizadas em abril de 2017 no site do “Daycoval Asset Managemente”. Para atualizações, acesse: https://www.daycoval.com.br/Asset/fundos/nossosfundos?lang=ptbr

Crédito Pessoa Física


O portfólio do Banco Daycoval relacionado ao crédito para pessoas físicas é composto pelos seguintes produtos:

  • Crédito Consignado

Empréstimos com parcelas fixas, descontos diretamente em folha de pagamento, sem consulta ao SPC / Serasa e direcionado para os seguintes públicos:

  1. SIAPE (servidores federais civis): prazo de até 96 meses.
  2. Servidor público: o site do banco não especifica o prazo máximo de pagamento.
  3. Aposentados e pensionistas do INSS: prazo de até 72 meses.
  4. Militares das Forças Armadas (Exército, Marinha ou Aeronáutica): prazo entre 12 e 96 meses.

Dentro desta linha de crédito consignado, existe também a possibilidade de aquisição de cartão de crédito consignado com isenção de anuidade e abrangência internacional.

Obs.: Consulta realizada em abr/17. Para atualizações, recomendamos o acesso: https://www.daycoval.com.br/para-voce/creditos-financiamentos/credito-consignado

  • Crédito com débito em conta

Modalidade disponível para o mesmo público atendido pelo crédito consignado na qual o cliente que já possui a margem do consignado comprometida ou está negativado pode obter crédito e pagar as prestações via débito em sua conta corrente.

  • Crédito com garantia de imóvel (CGI)

O Crédito com Garantia de Imóvel Daycoval possibilita transformar seu imóvel em crédito para ser utilizado em qualquer área definida por você (reforma da casa, abertura de negócio, viagens, etc.).

Em outras palavras, é um empréstimo que você pega junto ao Banco Daycoval dando como garantia o seu imóvel.

Para obter essa linha de crédito junto ao Daycoval o seu imóvel precisa obedecer às seguintes regras:

  1. Ser residencial, urbano, comercial, misto ou de veraneio.
  2. Estar quitado, com habite-se e documentação regular.
  3. Ter valor superior a R$ 100.000 (cem mil reais).
  4. Estar no nome do tomador do crédito.

O crédito com garantia de imóvel (CGI) do Banco Daycoval possui as seguintes características:

  1. Limite máximo de crédito de até 60% do valor do imóvel.
  2. Valor do crédito de R$ 50.000 (cinquenta mil reais) a R$ 1.000.000 (um milhão de reais).
  3. Prazo para pagamento de até 15 anos (180 meses).
  4. Comprometimento financeiro em relação à prestação de até 30% da renda.
  5. Composição máxima da renda de até 4 pessoas, sendo cônjuge, pais, filhos e irmãos.

Obs.: Não confunda esta modalidade de crédito com o financiamento para aquisição de imóveis, pois este financiamento não faz parte da carteira de produtos do Banco Daycoval.

Para simular a obtenção deste empréstimo (crédito), basta acessar o próprio simulador do Banco Daycoval.

daycoval financiamento credito com garantia de imovel

  • Cartão de crédito

O Banco Daycoval oferece três tipos de cartão de crédito:

i. Cartão de Crédito Consignado: cartão internacional destinado para aposentados e pensionistas do INSS, servidores públicos e militares, com isenção de anuidade, sem consulta ao SPC / SERASA, possibilidade de saques em dinheiro e compras à vista ou em parcelas de até 15 vezes sem juros. No Cartão de Crédito Consignado do Banco Daycoval o pagamento mínimo de cada fatura é descontado diretamente do salário.

ii. Cartão Daycoval Black.

iii. Cartão Daycoval Platinum.

cartão de crédito daycoval

  • Portabilidade de crédito

É a transferência de um empréstimo ou financiamento de uma instituição financeira para outra instituição financeira, mediante solicitação do cliente pessoa física, sem liberação de novos recursos.

Pode ser utilizada para trocar uma dívida com juros altos por outra dívida com juros mais baixos e, consequentemente, facilitar o pagamento das parcelas remanescentes.

  • CDC Veículos

Linha de crédito destinada para financiamento de automóveis usados, com até 20 anos de fabricação, e veículos pesados (caminhões) novos ou usados, com até 30 anos de fabricação. tanto para pessoas físicas quanto para pessoas jurídicas.

O prazo para pagamento é de até 48 meses (4 anos) e o financiamento é de até 80% do veículo.

  • Refinanciamento de Veículos

Além do financiamento de veículos, o Banco Daycoval também possui a modalidade de refinanciamento denominada “Refin Auto Daycoval”.

O refinanciamento de automóveis é uma operação de crédito destinada a pessoa física que já possui automóvel em seu nome e que esteja em bom estado de conservação, com até 20 anos de uso/fabricação, podendo obter crédito de até 70% do valor de cotação do seu automóvel, que será objeto de garantia da operação. O prazo é de até 48 vezes.

O valor da parcela do refinanciamento é limitado a até 30% da renda da pessoa e para obter esta linha de crédito é necessária apresentação da seguinte documentação:

  1. RG
  2. CPF
  3. Comprovante de residência
  4. Comprovante de renda
  5. Documento do veículo em nome do cliente e sem alienação

É possível fazer uma simulação do refinanciamento de seu veículo através do acesso a este link do Banco Daycoval.

simulação refinanciamento de veículo daycoval

O procedimento para obter o refinanciamento é apresentado na imagem abaixo:

refinanciamento de veículo daycoval

Daycoval Câmbio


daycoval cambio

Os produtos do setor de câmbio do Banco Daycoval são:

  • Cartões de viagem

O Daycoval Câmbio oferece tanto a opção do cartão de viagem pré-pago da bandeira Visa quanto da bandeira Mastercard.

Em ambos os cartões você poderá realizar compras e saques na moeda local do país em que estiver inserido. Entretanto, o cartão da Mastercard tem a possibilidade de ser carregado em até seis moedas diferentes (dólar norte americano, dólar canadense, dólar australiano, dólar neozelandês, euro e libra esterlina), enquanto o cartão da Visa tem apenas cinco moedas (todas do cartão Mastercard com exceção do dólar neozelandês).

  1. Bandeira Mastercard: Cartão de Viagem Multimoeda Cash Passport.
  2. Bandeira Visa: Cartão de Viagem Visa Travel Money

Caso sobre saldo em seu cartão com bandeira Visa após a viagem, existem as seguintes possibilidades:

  1. Resgate total por meio do Daycoval Câmbio com crédito em reais em sua conta corrente.
  2. Saque total ou parcial em qualquer caixa eletrônico ou compras em estabelecimentos credenciados à Visa no Brasil.
  3. Utilização do crédito em sua próxima viagem.

Obs.: O cartão com bandeira Mastercard não especifica no site Daycoval Câmbio quais são as possibilidades de resgate do dinheiro carregado no cartão que sobrar após a viagem.

Através do site Daycoval Câmbio também é possível realizar recargas nos cartões e consultar os saldos.

  • Compra de moeda em espécie

No Daycoval Câmbio é possível comprar as principais moedas em circulação no mundo:

  • Dólar americano
  • Dólar canadense
  • Dólar australiano
  • Dólar neozelandês
  • Euro
  • Libra esterlina
  • Peso chileno
  • Yen (Japão)
  • Rand (África do Sul)
  • Yuan (China)
  • Shekel (Israel)

daycoval cambio moedas especie

Este serviço de moeda em espécie está presente nos seguintes estados brasileiros:

  • Amazonas
  • Bahia
  • Ceará
  • Distrito Federal
  • Espírito Santo
  • Goiás
  • Maranhão
  • Minas Gerais
  • Paraíba
  • Paraná
  • Pernambuco
  • Rio de Janeiro
  • Rio Grande do Norte
  • Rio Grande do Sul
  • Santa Catarina
  • São Paulo
  • Sergipe

Para consultar a loja mais próxima de você, recomendamos o acesso direto ao site do Daycoval Câmbio.

Existe o serviço de entrega de moeda estrangeira em sua casa ou trabalho denominado “Daycoval Exchange Delivery“. Entretanto, é aconselhável telefonar antes para a loja mais próxima e consultar a disponibilidade.

É possível solicitar cotações através do próprio site do Daycoval Câmbio:

daycoval cambio pedido cotação

  • Compra e venda de cheque em moeda estrangeira

Disponível apenas para cheques em dólar norte americano.

  • Remessa internacional

Serviço especializado para enviar dinheiro ou realizar outro tipo de transação financeira internacional.

Geralmente, os principais motivos para o envio de remessas internacionais são:

  1. Manutenção de residentes no exterior (filhos, pais, etc.).
  2. Pagamentos de cursos e eventos internacionais.
  3. Transferência de patrimônio
  4. Disponibilidade de recursos no exterior.

A remessa internacional do Daycoval converte a moeda de real para a moeda do país de destino e, geralmente, é creditada no mesmo dia.

Crédito Empresarial


O portfólio do Banco Daycoval relacionado ao crédito empresarial é composto pelos seguintes produtos:

  • Conta garantida.
  • Cartão Daycoval Corporativo.
  • Crédito Parceiro: linha de crédito que possui como garantias os recebíveis da empresa e prazo de pagamento de 12 vezes.
  • Cash Express: cheque especial empresarial sem necessidade de garantias para utilização.
  • Capital de giro: linha de crédito especial para que a empresa consiga obter o capital de giro necessário às suas atividades.
  • Desconto de duplicatas e cheques: serviço para antecipação de recebíveis como, por exemplo, cheques e duplicatas. Com este serviço a empresa consegue transformar rapidamente em dinheiro os cheques recebidos e não precisa esperar a data estipulada para depósito.
  • Carta Fiança.
  • BNDES Daycoval: financiamento de longo prazo indicado para aquisição de máquinas e equipamentos novos, projetos de investimentos, exportação e linhas de capital de giro para determinados setores.
  • Floor Plan: linha de crédito destinada a proprietários de concessionárias de veículos.
  • Agronegócio: linha de crédito voltada para atendimento ao setor do agronegócio, visando auxiliar a comercialização e compra de máquinas e equipamentos.

O Banco Daycoval é confiável?


A questão da confiabilidade de um banco e, consequentemente, da solidez do mesmo é algo que afeta mais os clientes interessados em investimentos do que em obter linhas de crédito, concorda?

Se eu pego dinheiro emprestado com determinado banco e ele simplesmente vai à falência, provavelmente não terei perdas monetárias.

Entretanto, se eu invisto meu dinheiro na LF do Banco Daycoval com resgate previsto para 2 anos e após 1 ano o banco decreta falência, eu com certeza teria uma preocupação maior em perder o dinheiro “emprestado” ao banco. Ainda mais se considerarmos que o investimento em LF não possui a garantia do FGC.

Não é simples fazer a afirmação de que o Banco Daycoval é confiável, mas iremos te apresentar alguns indicadores básicos da saúde financeira deste banco para te auxiliar nesta decisão.

  • Resultado anual

Nos últimos três anos o Banco Daycoval apresentou lucros, conforme dados do Banco Central:

banco daycoval é confiável lucro

É intuitivo que um banco de menor porte como o Daycoval não apresente lucros tão expressivos quanto os grandes bancos brasileiros que registraram em 2016 os seguintes lucros:

  1. Itaú: 19 bilhões de reais
  2. Bradesco: 15 bilhões
  3. Banco do Brasil: 8 bilhões de reais
  4. Santander: 5 bilhões
  5. Caixa Econômica Federal: 3 bilhões de reais

Entretanto, pudemos perceber que o Banco Daycoval apresenta um bom histórico nos últimos três anos.

  • Ratings

As agências de rating são empresas especializadas e independentes que monitoram as atividades financeiras de diversas instituições e países e avaliam o grau de risco através da divulgação de uma nota.

A escala de notas destas avaliações varia entre as agências e para facilitar a sua compreensão apresentamos a seguir uma tabela consolidando as notas das três principais agências de rating do mundo:

moodys-fitch-sp-rating-nota

De posse desta tabela, é possível interpretar o histórico dos ratings do Daycoval e verificar que o banco possui “grau de investimento” atestado pelas três principais agências do mundo.

rating daycoval moodys

rating daycoval fitch

rating daycoval s&p

Portanto, além de apresentar um histórico de lucros consecutivos nos três últimos anos, podemos verificar que o Banco Daycoval está bem conceituado nas principais agências de classificação de risco do mundo.

Obs.: Caso você ainda não entenda a utilidade e funcionamento das notas dadas pelas agências de rating, aconselhamos a leitura de nosso artigo sobre o tema

Breve histórico do Banco Daycoval


O Banco Daycoval é uma instituição financeira especializada em crédito para empresas, crédito para pessoa física (pessoal, consignado e financiamento de veículos), produtos de câmbio (comércio exterior e turismo) e investimentos.

O Banco Daycoval nasceu em 1952 como Casa Bancária Salim A. Dayan, no Líbano. Em sua origem, as atividades eram focadas em operações comerciais.

Foi em 1968 que o Banco Daycoval iniciou suas atividades em solo brasileiro com a criação da Daycoval Distribuidora de Títulos e Valores Mobiliários (Daycoval DTVM).

A Matriz do Daycoval está localizada na Avenida Paulista, em São Paulo, e o banco possui mais de 150 pontos de atendimento que estão distribuídos por 21 Estados mais o Distrito Federal. O Banco atua, ainda, por meio de parcerias com operadoras e agências de turismo.

O Daycoval conta com uma agência nas Ilhas Cayman que representa um instrumento essencial tanto para a captação de recursos como para a abertura de linhas comerciais e de relacionamento com bancos correspondentes.

Pelos portais daycovalcambio.com.br (câmbio turismo), daycovalimovel.com.br (crédito com garantia de imóvel) e daycovalinveste.com.br (investimentos) oferece a comercialização de produtos e serviços online.

Para conhecer toda a história do Banco Daycoval, recomendamos o acesso: https://www.daycoval.com.br/institucional/quem-somos

Missão e Valores do Banco Daycoval


A Missão do Banco Daycoval é oferecer soluções financeiras com excelência, segurança e agilidade, contribuindo para o desenvolvimento de seus clientes e parceiros, sempre de olho na sustentabilidade e responsabilidade social.

Os Valores da companhia evidenciam uma cultura embasada em decisões estratégicas, levando em consideração a agilidade para oferecer produtos e serviços eficientes e de qualidade para o cliente; o relacionamento de sucesso e sustentável com clientes e parceiros; integridade, austeridade e transparência em todos os momentos da relação com seus stakeholders; conservadorismo e prudência na administração de risco; e respeito ao ser humano.

Obs.: Informações retiradas do próprio site do Banco.

Daycoval Sustentável


O Banco Daycoval desenvolveu, em 2014, o Daycoval Sustentável e criou o Comitê de Sustentabilidade composto por 20 integrantes de diversas áreas com a intenção de criar caminhos sustentáveis pensando sempre no futuro dos negócios.

daycoval sustentavel

Baseado neste trabalho, foram definidos três pilares para direcionar as decisões estratégicas do banco:

  • Perenidade econômica
  • Responsabilidade social
  • Respeito ambiental

E-mails e telefones do Banco Daycoval


SAC: 0800-775-0500 ou 0700-777-2005 (para deficientes auditivos)

Ouvidoria: 0800-777-0900

Central de serviços do Banco Daycoval: 0300-111-0500

Central de serviços do Daycoval Câmbio: 0300-111-2009

Daycoval Investe (especialista): (11) 3138-0540 ou daycoval.investe@daycoval.com.br

Daycoval Investe (suporte técnico): 0300-777-2020 ou suporte.investe@daycoval.com.br

Daycoval Asset Management: (11) 3138-0790 ou daycoval.asset@bancodaycoval.com.br


Esperamos que tenha ficado mais claro para você entender quais os principais produtos oferecidos pelo Banco Daycoval.

Gostaríamos de registrar que não temos qualquer vínculo com este banco e reclamações e/ou dúvidas mais específicas devem ser dirigidas diretamente para um dos canais de comunicação informados acima.

Se quiser dar alguma sugestão de novos artigos, elogiar ou reclamar, basta deixar um comentário aqui embaixo. Teremos grande felicidade em receber a sua mensagem!




Veja Também:

LCI do Santander: vale a pena investir? Conheça as principais características da LCI do Santander (aplicação mínima, prazos, resgate e rendimento) e entenda se este é um bom investimento.
Empréstimo do Banco Pan é bom? Aprenda tudo sobre os empréstimos do Banco Pan. Veja taxas de juros, prazos de pagamento e perigos. Acesse o simulador e conheça formas mais baratas de conseguir dinheiro.
Como funciona a compra e venda de ações? Aprenda o que é mercado primário e secundário, quais as principais possibilidade de investir em ações e como comprar sua primeira ação.

Como ganhar dinheiro com ações

Obviamente qualquer investidor aplica seu dinheiro pensando em obter lucros. Entretanto, muitos investidores iniciantes não sabem como ganhar dinheiro com ações.

Na Renda Fixa a lógica é simples: você compra um título público ou privado e ao final de determinado período receberá o valor inicialmente investido acrescido de juros de acordo com o indexador escolhido.

Na Renda Variável a dinâmica é um pouco diferente, pois as incertezas são maiores e as possibilidades de lucros ou prejuízos também são ampliadas.

Basicamente, existem três principais maneiras de ganhar dinheiro ao se investir em ações:




Através da venda de ações após valorização


Para os iniciantes no mundo das ações e aqueles investidores em busca de ganhos no curto prazo, essa é a forma mais popular de lucrar com aplicações na Renda Variável.

O conceito desta forma de ganhar dinheiro é bem simples: o investidor compra determinada ação na expectativa de que a mesma se valorize para que ele possa vender por um valor mais elevado e, consequentemente, obtenha lucro nesta operação.

Geralmente, o investidor que possui essa estratégia de investimento está mais preocupado com a volatilidade do mercado do que com a qualidade da empresa que está se tornando sócio.

O principal objetivo é comprar na “baixa” e vender na “alta” para obter a maior rentabilidade possível.

O investidor com esta estratégia de atuação é conhecido no mercado como “trader“.

Alguns investidores são tão fissurados nesta estratégia que fazem diversas operações de compra e venda da mesma ação no mesmo dia, buscando obter lucros com as variações de preço da ação em espaços curtos de tempo (horas ou até mesmo minutos). Este tipo de operação é conhecida como “day-trade“.

como ganhar dinheiro com ações day-trade

Por exemplo: Aldair comprou ações da Petrobras às 11:00 pelo valor de R$ 15,00. Ao longo do dia, Aldair percebe que o valor desta ação começa a subir e resolve vendê-las às 15:30 pelo preço de R$ 15,10.

Sendo assim, como as operações de compra e venda foram realizadas no mesmo dia é caracterizado o “day-trade“.

No mesmo formato e utilizando a mesma técnica existe o chamado “swing trade”, porém com a diferença de que a operação dura mais de um dia, ou seja, você “dorme com a ação” e com isso fica sujeito às inúmeras variações mundiais ocorridas enquanto a bolsa brasileira está fechada para operação. A intenção é igual à do “day-trade“, lucrar com a oscilação dos preços, mas num espaço de tempo maior.

Os investidores que operam nesta estratégia de lucrar com a valorização das ações geralmente possuem um perfil mais arrojado e mais propenso ao risco e, principalmente, disponibilidade de tempo para fazer o acompanhamento de perto do mercado ao longo dos dias.

Para ser um “trader” e buscar lucro com a compra e venda de ações é aconselhável que o investidor busque conhecimento sobre as diversas técnicas aplicáveis para este fim e, principalmente, acompanhe e entenda o funcionamento do mercado de Renda Variável.

Muito cuidado com sites e “empresas de consultoria” que prometem ganhos exorbitantes na Bolsa de Valores. Se fosse tão fácil dobrar ou triplicar o patrimônio através de operações com ações, você acha mesmo que estes gurus estariam perdendo tempo escrevendo e tentando vender relatórios?

A título de curiosidade é interessante saber que Warren Buffet, considerado o maior investidor de todos os tempos, conseguiu uma rentabilidade média de “apenas” 22% ao longo dos últimos 30 anos.

warren buffett nunca perca dinheiro

Portanto, reforçamos o conselho para tomarem muito cuidado com promessas de ganhos fáceis e exorbitantes do dia pra noite…

Através de dividendos





O investidor que busca ganhar dinheiro com ações através do recebimento de dividendos possui um perfil diferente do “trader”.

Enquanto a maior preocupação do “trader” é com a oscilação do preço das ações, o investidor que visa dividendos está mais interessado na qualidade e nos resultados da empresa e compra a ação com a intenção de realmente se tornar sócio da companhia.

Obs.: Como tudo na vida, o mundo dos investimentos não é uma simples receita de bolo. Portanto, um mesmo investidor pode atuar como “trader” e “sócio” de diversas empresas ao longo do tempo.

Para quem nunca ouviu falar em dividendo, saiba que este termo é utilizado para designar a parcela do acionista no lucro da empresa.

Portanto, se a empresa apresenta lucro em determinado período, parte deste lucro é distribuídos entre os acionistas. Em nosso país, existe a obrigatoriedade de distribuição de no mínimo 25% do lucro apurado pela empresa.

Portanto, se a empresa apresentar um lucro de R$ 100.000 (cem mil reais), ela é obrigado a distribuir no mínimo R$ 25.000 entre os seus acionistas.

como ganhar dinheiro com ações e dividendos

O mesmo raciocínio não se aplica a prejuízos, uma vez que o acionista não é obrigado a “dar” dinheiro para a empresa nestes casos.

Não existe regra definida em relação à periodicidade do pagamento destes dividendos. Tem empresas que distribuem dividendos trimestralmente, por exemplo. Geralmente o prazo máximo para esta distribuição é de 1 ano.

A melhor forma de mensurar e comparar as diversas empresas em relação ao pagamento de dividendos é denominada de “dividend yield“.

Apesar do nome rebuscado, o “dividend yeld” nada mais é do que a divisão do valor do dividendo recebido pelo preço pago na compra da respectiva ação.

Vamos ilustrar com um exemplo:

Cafu comprou 100 ações da empresa “Bons Investimentos” ao custo total de R$ 100 (custo unitário de R$ 1,00) e 200 ações da empresa “Fique Rico sem Esforço” ao custo total R$ 600 (custo unitário de R$ 3,00).

Após 1 ano, Cafu recebeu R$ 10 de dividendos da “Bons Investimentos” e R$ 15 da “Fique Rico sem Esforço”.

Neste caso, qual seria a empresa com maior retorno para Cafu?

Se formos analisar apenas os valores totais, parece que Cafu teve um melhor aproveitamento na “Fique Rico sem Esforço”. Entretanto, é neste momento que devemos utilizar o conceito de “dividend yeld” para fazer uma comparação justa e inteligente.

Na compra das 100 ações da “Bons Investimentos” Cafu gastou R$ 100 e agora obteve R$ 10 de dividendos. Fazendo a divisão de R$ 10 por R$ 100, teremos um “dividend yeld” de 0,10 ou 10%.

Ou seja, em apenas 1 ano a empresa “Bons Investimentos” ofereceu um retorno de 10% do valor investido apenas na distribuição de dividendos (sem considerar a oscilação no preço da ação, que poderia ser tanto positiva quanto negativa).

Na compra das 200 ações da “Fique Rico sem Esforço” Cafu gastou R$ 600 e agora obteve R$ 15 de dividendos. Fazendo a divisão de R$ 15 por R$ 600, teremos um “dividend yeld” de 0,025 ou 2,5%.

Portanto, é possível observar que a “Bons Investimentos” apresentou um desempenho muito superior, pois ofereceu um retorno de 10% contra apenas 2,5% da “Fique Rico sem Esforço”.

Através de Juros sobre capital próprio (JSCP)


O pagamento de juros sobre capital próprio (JSCP) é uma forma de distribuição de lucros muito similar ao pagamento de dividendos.

A diferença entre “juros sobre capital próprio” e “dividendos” está no fato de que os juros podem ser tratados pela empresa como despesas, enquanto a distribuição de dividendos não pode receber esse tratamento no balanço da companhia.

Mas, em termos práticos para o acionista (investidor), o que isto representa?

Ao receber parte dos lucros da empresa como “dividendos” o acionista fica isento do pagamento de impostos sobre o valor ganho, uma vez que a companhia já pagou os impostos devidos quando fez a apuração do seu lucro líquido.

Ou seja, o “dividendo” é o lucro da empresa obtido após o pagamento de todos os impostos pela empresa. Desta forma, se o investidor fosse obrigado a pagar novos impostos poderia ser caracterizada a bi-tributação, uma vez que ele na condição de sócio da empresa já fez o devido pagamento.

Ao receber receitas da empresa como “juros sobre capital próprio” o investidor obrigatoriamente precisará pagar Imposto de Renda sobre o valor total recebido.

A alíquota do Imposto de Renda em cima de “juros sobre capital próprio” é de 15%.

É importante ressaltar que este pagamento do Imposto de Renda ocorre na fonte, ou seja, o valor que você receberá já virá com o devido desconto. Em outras palavras, você não precisará se preocupar em gerar guias / DARFs para regularizar sua situação.

Esta diferença fiscal no pagamento de “juros sobre capital próprio” é vantajosa para a empresa justamente pelo fato dela poder contabilizar os valores pagos como juros a seus acionistas como despesa.

Desta forma, a empresa reduz o lucro tributável e, consequentemente, diminui o imposto a ser pago por ela.

Ou seja, em termos práticos, a companhia transfere a responsabilidade pelo pagamento de parte dos impostos para seus investidores.

De forma resumida, tanto os “juros sobre capital próprio” quanto os “dividendos” são formas de distribuição dos lucros de uma empresa aos seus acionistas.

Enquanto os “juros sobre capital próprio” são distribuídos antes da empresa pagar os impostos e, por isso, existe a tributação dos valores recebidos pelos investidores; os “dividendos” são distribuídos após o pagamento dos impostos, ou seja, são baseados no lucro líquido da empresa e, portanto, são isentos do pagamento de impostos.

A decisão entre distribuir lucro na forma de “juros sobre capital próprio” ou “dividendos” é feita pela assembleia geral, conselho administrativo ou diretoria da empresa.

É importante ressaltar que uma empresa pode distribuir lucros num mesmo ano tanto sob a forma de “juros sobre capital próprio” como “dividendos”.

Nestes casos, para calcular o “dividend yeld” o acionista deverá somar os valores recebidos como “dividendos” com os valores líquidos recebidos como JSCP.


Este é o terceiro artigo da nossa série intitulada “Ações para leigos”. Para conhecer os demais artigos, acesse:

Ressaltamos que existem várias outras formas de ganhar dinheiro e algumas destas formas envolvem inclusive o trabalho na internet. Portanto, seja no mercado de Renda Variável ou em qualquer outro ramo, estude muito para que as suas chances de sucesso aumentem! 

Para dúvidas, elogios ou reclamações, basta deixar um comentário aqui embaixo. Teremos o maior prazer em te responder, combinado?

renda variável e ações fabio paredes




Veja Também:

LCI do Banco do Brasil: solução ou cilada para seu dinheiro? Conheça as principais características da LCI do Banco do Brasil (aplicação mínima, prazos, resgate e rendimento) e entenda se este é um bom investimento.
Os 10+ de agosto de 2017 Apresentação dos 10 melhores investimentos em Renda Fixa para agosto de 2017. Saiba onde encontrar e fazer estas aplicações de forma segura e inteligente.
BMG Consignado é um bom empréstimo? Saiba quem pode adquirir o Empréstimo BMG Consignado, veja o comparativo com as taxas de juros dos demais bancos e simule o valor das suas prestações.

Qual o seu perfil de investidor?

Antes de entrar no mundo dos investimentos em ações ou mesmo em Renda Fixa é importante que você defina qual o seu perfil de investidor.

Pode parecer besteira, mas não é, acredite!

Sabendo exatamente qual o seu perfil e, consequentemente, qual o risco está disposto a assumir e o montante da sua carteira que pretende alocar em Renda Variável, as chances de você fracassar são minimizadas.

Sendo assim, vamos apresentar os quatro perfis mais conhecidos no mercado para você verificar em qual deles se encaixa.




Despreocupado


Típico perfil da pessoa que recebe o salário, paga as contas e se sobrar dinheiro o direciona para a tradicional Caderneta de Poupança.

Taxa Selic, inflação, LCI, CDB, Tesouro Direto, ações e Bolsa de Valores são palavras que não fazem o menor sentido para este perfil.

Seja por falta de conhecimentos básicos de educação financeira, medo ou preguiça, esse perfil simplesmente ignora qualquer notícia relacionada à economia e acredita que este assunto é muito complexo e ainda não se conscientizou da importância do tema na sua vida e daqueles que o cercam.

Este perfil não pode ser considerado um investidor de fato e se tivesse que escolher uma música para defini-lo seria: Deixa a vida me levar, vida leva eu…

investidor despreocupado zeca pagodinho

Conservador


O investidor com perfil conservador já percebeu que precisa ser o dono da sua vida financeira e não pode simplesmente largar o seu dinheiro na Poupança sem entender minimamente quais os rumos e taxas de outras aplicações financeiras.

Este perfil possui a segurança como ponto decisivo para suas aplicações.

Costuma ter uma grande parcela de sua carteira composta por ativos de Renda Fixa (LCI, CDB, Tesouro Direto, etc.) e apenas uma pequena parcela em Renda Variável (ações, fundos, etc.).

Este perfil prioriza a segurança em detrimento de possíveis ganhos mais elevados na Renda Variável.

É considerado conservador o investidor que possui menos de 20% de sua carteira alocada em Renda Variável.

Comumente são investidores que não toleram as oscilações do mercado financeiro e se “desesperam” ao perceber que alguma de suas ações sofreu desvalorização de 10 a 20% em um curto período de tempo, por exemplo.

Geralmente, esse tipo de investidor não possui tempo e/ou interesse em acompanhar o mercado financeiro e vê na Renda Fixa uma opção mais segura e que demanda muito menos energia e paciência para a realização das operações.

perfil do investidor tio patinhas

Moderado


É o meio termo entre o investidor com perfil conservador e aquele com perfil mais arrojado.

A segurança continua sendo importante para estes investidores, mas a possibilidade de maiores rentabilidades atreladas a maiores riscos é mais aceitável.

O investidor moderado continua tendo a maior parcela de seus investimentos alocados em Renda Fixa, mas a parcela de sua carteira direcionada para a Renda Variável é maior do que os conservadores.

Sendo assim, podemos considerar como moderado aquele investidor que possui entre 20 e 40% de sua carteira alocada em Renda Variável.




Arrojado


É aquele investidor que busca na Renda Variável retornos superiores aos obtidos na Renda Fixa e que possui disposição e tranquilidade para lidar com as oscilações e riscos da Bolsa de Valores.

As principais características destes investidores são “sangue frio” e tolerância ao risco.

A rentabilidade passa a ser a principal mola propulsora deste investidor e a segurança e estabilidade são relegadas a segundo plano.

Entretanto, é fundamental que o investidor com esse perfil não negligencie totalmente a segurança, pois as chances de fracassar e perder volumosas quantias de dinheiro em Renda Variável é real.

Os investidores com perfil arrojado podem estar visando tanto obter lucros com operações de curto prazo (“day-trade“, por exemplo) quanto operações de médio e longo prazo, onde o investidor adquire determinadas ações com a intenção de se tornar um verdadeiro sócio da empresa.

O “day-trade” é utilizado para definir operações de compra e venda de ações realizadas no mesmo dia, ou seja, o investidor está mais interessado em especular e obter ganhos com oscilações do preço da ação.

Já o investidor interessado em alocar sua carteira na Renda Variável, mas que prefere investir pensando no médio e longo prazo geralmente toma decisões de qual ação comprar baseado na qualidade da empresa.

Este investidor é mais tolerante para as variações de curto prazo das ações, pois sua escolha foi baseada em análise técnica da empresa, entende que neste mercado é normal haver oscilações e confia que no médio e/ou longo prazo o seu investimento se mostrará uma boa escolha.

Consideramos arrojado o investidor que possui acima de 40% de sua carteira alocada em ativos da Renda Variável.

o perfil de investidor lobo de wall street


Normalmente, o perfil do investidor está atrelado aos seguintes fatores:

  • Histórico familiar e grau de conhecimento sobre finanças

Crianças e adolescentes que cresceram em um ambiente familiar onde conversas sobre educação financeira e investimentos eram constantes, tenderão a se tornar investidores tão logo comecem a receber seu próprio dinheiro.

Adultos que nunca foram apresentados a estes conceitos em suas fases iniciais da vida, tenderão a iniciar seus investimentos com mais cautela e através de operações mais simples até adquirirem conforto e segurança para migrarem para outras operações mais complexas.

Entretanto, pode ser, por exemplo, que determinada pessoa entenda que seus objetivos de vida e seu planejamento financeiro são perfeitamente atingidos através de investimentos em Renda Fixa e, portanto, não migrem para a Renda Variável.

Não há um regra exata de onde começar e nem para onde o investidor precisa progredir. Esta é uma decisão muito pessoal.

Nosso único conselho é que busquem sempre conhecimento antes de tomar qualquer decisão com o seu patrimônio financeiro.

  • Tolerância a riscos

Na vida, é possível que você já tenha conhecido pessoas com espírito mais aventureiro e outras mais metódicas e que não abrem mão da estabilidade, certo?

O mesmo pensamento pode ser aplicado ao mundo dos investimentos, quanto mais tolerante ao risco, maior é a probabilidade do investidor entrar na Renda Variável.

Por outro lado, se a estabilidade e segurança falam mais alto em suas finanças, maior a tendência de você iniciar e permanecer na Renda Fixa.

  • Fase atual da vida

O pensamento aqui é bem simples e direto. Quando mais jovem e com menos responsabilidades, maior é a tolerância a correr riscos em busca de retornos mais elevados.

Se você tem 25 anos, mora sozinho ou com os pais e não tem filhos, é mais fácil se recompor de um fracasso na Bolsa de Valores.

Por outro lado, se você já possui 50 anos, tem filhos na universidade e pais precisando de auxílio para pagamento de planos de saúde, a tendência é que você não “arrisque” na Renda Variável e prefira a segurança e estabilidade da Renda Fixa.

Portanto, de forma geral, quanto mais experiente e com mais responsabilidades, a tendência é que o investidor adote um perfil mais direcionado para o lado conservador.

  • Capital disponível para aplicação

Quanto maiores forem suas reservas disponíveis para investimentos, maior será a possibilidade de você diversificar e iniciar suas aplicações também na Renda Variável, se assim você julgar conveniente.

Por exemplo, Mauro Silva possui R$ 100.000 para investir e Raí possui R$ 8.000. Considerando apenas estas quantias, é prudente pensarmos que Mauro Silva pode destinar uma parte de seus recursos para a Renda Variável de forma mais otimizada, pois Raí possui uma margem pequena para diversificar.

Sendo assim, geralmente pequenos investidores tendem a preferir a Renda Fixa.


Novamente ressaltamos que não existem regras definidas no mundo dos investimentos e nossa intenção e apenas apresentar alguns conceitos para te ajudar a refletir e definir seu perfil de investidor.

Lembre-se sempre: é muito importante conhecer a si mesmo antes de iniciar qualquer investimento e evitar frustrações futuras com as suas escolhas!


Este é o segundo artigo da nossa série intitulada “Ações para leigos”. Para conhecer os demais artigos, acesse:

Para dúvidas, elogios ou reclamações, basta deixar um comentário aqui embaixo. Teremos o maior prazer em te responder, combinado?

renda variável e ações fabio paredes




Veja Também:

Quem deve declarar Imposto de Renda em 2016? Entenda quem deve declarar Imposto de Renda em 2016 e como realizar esta Declaração de Ajuste Anual dentro do prazo e condições da Receita Federal.
Os 10+ de janeiro: rentabilidades acima de 14% ao ano! Apresentação dos 10 melhores investimentos para janeiro, com rentabilidades líquidas que podem atingir até 16% ao ano. Saiba onde encontrar e fazer estas aplicações de forma segura e inteligente.
LCI do Santander: vale a pena investir? Conheça as principais características da LCI do Santander (aplicação mínima, prazos, resgate e rendimento) e entenda se este é um bom investimento.

O que é Ação e Bolsa de Valores?

Apesar do investimento em Renda Variável ter apresentado um aumento de popularidade na última década, muitos investidores iniciantes ainda se perguntam “O que é ação?” e “O que é Bolsa de Valores?”.

Se você ainda possui questionamentos como esses e gostaria de obter noções básicas sobre Renda Variável, te convidamos a acompanhar este artigo e deixar sua impressão nos comentários ao final do texto.

Pretendemos te apresentar o que são ações, como elas “nascem”, para que servem e onde são comercializadas.




O que é ação?


Ações são pedacinhos de uma empresa, comercializados na Bolsa de Valores. Portanto, ao comprar ações de uma companhia, você se torna sócio dela e, como qualquer sócio, adquire tanto o ônus quanto o bônus.

Ou seja, possuir ações de uma empresa é o mesmo que possuir uma parte dela. Em tese, você é dono de uma fração de cada prédio, automóvel, peça de mobília e qualquer outro bem da empresa. E quanto mais ações possuir, maior será a sua parcela.

Somente as empresas de capital aberto estão autorizadas a negociar ações, portanto geralmente são companhias de grande porte que “lançam” suas ações no mercado com a finalidade de conseguirem receitas para reverter em investimentos, projetos, pagamento de dívidas, etc.

Portanto, o “nascimento” de uma ação se dá com a necessidade daquela empresa em conseguir dinheiro no mercado para financiar suas atividades.

Neste processo, a empresa ganha ao receber o seu dinheiro e você também pode ganhar através da participação nos lucros, dividendos ou com a valorização do preço da ação.

As ações são comumente chamadas de “papéis” por um contexto histórico, mas hoje são negociadas exclusivamente por meio eletrônico.

Conforme dito anteriormente, estas negociações são feitas diretamente pela BM&FBovespa, única bolsa de valores no país e maior da América Latina em volume de negociações.

É importante ressaltar que o fato de você se tornar acionista da empresa ao comprar determinada ação não significa que você possa participar diretamente de decisões operacionais desta companhia, uma vez que a direção é exercida geralmente por executivos.

Na prática, espera-se que os executivos escolhidos pelos grandes grupos acionistas da empresa tomem as melhores decisões para a companhia e, consequentemente, isto trará benefícios também para os acionistas minoritários como você.

Entretanto, algumas ações negociadas no mercado dão direito a voto nas assembleias e teoricamente essa seria a forma de participação nas decisões da empresa.

Outro ponto importante é que, apesar de ser um dos “donos” da empresa, a figura jurídica da companhia não se mistura com a sua pessoa física. Em outras palavras, você não herda dívidas e/ou outros passivos da empresa.




O que é Bolsa de Valores?


A palavra “Bolsa de Valores” é utilizada para definir o ambiente onde são realizados negócios envolvendo ações, títulos de Renda Fixa (públicos ou privados), câmbio (moedas), commodities e diversos tipos de derivativos financeiros (por exemplo: opções de compra e venda de ações e contratos futuros).

Desta forma, uma “Bolsa de Valores” atua como um mercado capaz de promover o encontro e a negociação entre investidores e produtos financeiros.

o que é ação

Dentro deste contexto, é atribuição da “Bolsa de Valores” fixar as regras de negociação capazes de proporcionar um ambiente seguro para a realização destas transações.

Portanto, se você decidir, por exemplo, vender uma ação, a Bolsa de Valores será o local de encontro entre você e algum outro investidor que tenha interesse em comprar a mesma ação.

Apesar das bolsas de valores poderem ser formadas na forma de sociedade civil sem fins lucrativos, o mais comum é a atuação destas como Sociedades Anônimas (S.A.), visando o lucro através dos diversos serviços disponibilizados.

O nome da “Bolsa de Valores” de nosso país, sediada em São Paulo, é BM&FBovespa S.A. (Bolsa de Valores, Mercadores e Futuros).

BMF&Bovespa logo

Conforme dito no item anterior, atualmente ela é a única bolsa de valores operando no Brasil e a maior da América Latina em volume de negociações.

A BM&FBovespa surgiu em 2008 após a integração da BM&F com a Bovespa Holding S.A.

Em março de 2017 foi aprovada a fusão da BM&FBovespa com a Cetip. A empresa resultante desta junção se chamará B3 em referência a “Brasil, Bolsa, Balcão”. Com esta fusão, o valor de mercado da B3 passa a ser algo em torno de 13 bilhões de reais (base: mar/17) e ela se torna a quinta maior bolsa de valores do mundo. Entretanto, até a publicação deste artigo em maio de 2017 o nome BM&FBovespa ainda era o amplamente utilizado.

Os investidores mais jovens podem não saber, mas existia uma Bolsa de Valores no Rio de Janeiro (BVRJ) que foi uma das primeiras a ser criada no Brasil, em 1820. Entretanto, a BVRJ foi comprada e incorporada à Bovespa no início dos anos 2000.


Este é o primeiro artigo da nossa série intitulada “Ações para leigos”. Para conhecer os demais artigos, acesse:

Para dúvidas, elogios ou reclamações, basta deixar um comentário aqui embaixo. Teremos o maior prazer em te responder, combinado?

renda variável e ações fabio paredes




Veja Também:

Títulos públicos: invista no Tesouro Direto com apenas R$ 30 Guia completo para aprender as principais características dos títulos públicos e iniciar ou melhorar seus investimentos no Tesouro Direto.
Qual é o Banco 341? Descubra rapidamente quem é o Banco 341. Aproveite também para receber dicas preciosas para economizar tempo, evitar erros em transferências via TED e DOC e como não cair no golpe do boleto falso.
Simulador de Empréstimo do BMG Acesse o simulador de empréstimo do Banco BMG para saber o valor das suas prestações. Conheça a calculadora mais fácil e rápida da internet!

Os 10+ de abril de 2017




Atualizamos a nossa seção “Os 10+ da Renda Fixa” com o mapeamento dos 10 melhores investimentos para abril de 2017 na visão dos autores do blog “Bons Investimentos”:

melhores investimentos abril 2017 r2

Obs.1: Mapeamento realizado em 08/abr/17. Para atualizações e mais opções de investimentos, pode ser realizado o acesso direto ao site das corretoras: Easynvest, XP Investimentos e Rico. Para aprender a investir através destas corretoras, recomendamos a leitura do artigo “Como investir”. Para conhecer o RDB da Caruana Financeira, sugerimos a leitura do artigo analisando esta opção de investimento.

Obs.2: Em 01/12/16, o Grupo XP Investimentos anunciou a compra da corretora Rico. Entretanto, a informação passada ao mercado é de que a marca Rico continuará independente.


Para quem está em busca de investimentos rentáveis e seguros, preparamos um material contendo a nossa estratégia de investimento e detalhando toda a nossa carteira. Você saberá exatamente onde fazemos nossas aplicações visando maximizar os lucros e os mecanismos que utilizamos para minimizar os riscos.

Não perca a oportunidade e conheça o nosso guia!

livro investimentos seguros e rentáveis


Previsão de rentabilidade líquida anual


Foram adotadas as seguintes premissas:

  • CDI: +12,13% ao ano
  • IPCA: +4,57% ao ano (acumulado dos últimos 12 meses)

Obs.: Foram utilizados valores vigentes no início de abril de 2017. Para consultar os valores atualizados do CDI, SELIC e IPCA, acesse nossa seção específica sobre estes índices.

  • Destacamos que a Rico e XP Investimentos atualmente estão seguindo a política da Easynvest e não cobram mais taxa para investimentos em LCI e CDB. Entretanto, a Rico ainda permanece com a taxa de 0,10% ao ano para investimento no Tesouro Direto enquanto Easynvest e XP Investimento também não cobram taxa para aplicações em títulos públicos.

Esta previsão serve apenas como ordem de grandeza, pois como visto no artigo sobre os investimentos em Renda Fixa a verdadeira rentabilidade de títulos pós-fixados só é conhecida no momento do resgate do investimento.


Desempenho da poupança


Para fins comparativos, é bom saber que nos últimos 12 meses a rentabilidade da poupança foi de +8,20%.


Segurança é fundamental: lembre-se do FGC


Os investimentos em LCI, LCA, CDB e RDB possuem um seguro automático de até R$ 250.000, por CPF e instituição financeira.

Para conhecer ou relembrar as características deste seguro, recomendamos a leitura do nosso artigo específico sobre o FGC.

Obs.: Apesar dos títulos públicos (Tesouro Direto) não serem garantidos pelo FGC, estes investimentos são considerados por especialistas os ativos mais seguros do mercado, conforme explicado no guia sobre o Tesouro Direto.


A escolha por determinado investimento é algo muito particular e não depende exclusivamente da rentabilidade, pois fatores como liquidez (ou seja, o prazo em que você poderá resgatar o dinheiro) e valores mínimos de aplicação devem ser levados em consideração.


Como o nosso blog é gratuito, caso tenha gostado deste material, nosso pedido é o mesmo de sempre: ajude-nos na divulgação, através do compartilhamento deste artigo nas redes sociais.

É fácil e rápido! Basta clicar nos ícones acima…




Veja Também:

Quais os melhores empréstimos online para negativado? Listamos as 3 melhores oportunidades de empréstimo para negativado online. Use o simulador para saber o valor das suas prestações!
Mercado Forex no Brasil: entenda vantagens e armadilhas! Entenda o que é e como funciona o mercado Forex no Brasil. Aprenda as vantagens, armadilhas e como usar roboforex para maximizar os lucros.
Lendico é confiável para empréstimo? Conheça vantagens e riscos de solicitar empréstimo na Lendico. Faça a simulação de suas parcelas e entenda se a Lendico é confiável.