Amazon: a provável parceira do Flamengo que ficou ainda mais rica durante a pandemia do coronavírus

Armazenamento de dados, serviço de streaming, delivery, comércio eletrônico, inteligência artificial e demais negócios distribuídos por uma multinacional americana: a Amazon.

Possivelmente a nova parceira do Flamengo, essa gigante figura na lista de empresas que não foram afetadas pelos efeitos econômicos do novo coronavírus. Ao contrário de muitas outras, a Amazon contratou 175 mil novos funcionários entre março e abril por conta do aumento da demanda.

O serviço de computação de nuvem, o Amazon Web Service, é o mais lucrativo da empresa. Além disso, tudo o que ele oferece está em alta com as pessoas ficando em casa por conta do isolamento social.

Entre o início de 2020 e a terceira semana de maio, as ações da empresa na Bolsa de Nova York cresceram 35%. Somente de janeiro a março, começo das paralisações da atividade econômica pelo mundo em virtude da pandemia, o faturamento da Amazon foi de US$75,5 bilhões de dólares, valor 27% superior do que o registrado no primeiro trimestre de 2019.

Segundo estudo da Comparisun, uma consultoria americana, entre 2015 e 2019 Jeff Bezos enriqueceu 34% por ano, podendo tornar-se trilionário 2026 caso mantenha o ritmo – o que significaria ter um patrimônio “maior do que o PIB de 179 países”.

No início deste ano, Bezos não ocupava o posto de homem mais rico do planeta, tendo perdido o posto para o empresário francês Bernard Arnault, presidente da LVMH, maior empresa em artigos de luxo do mundo. Todavia, retomou o primeiro lugar durante a pandemia.

Em abril, a Bloomberg noticiou que Bezos lucrara US$24 bilhões (cerca de R$120 bilhões). Na época, suas ações já haviam subido e atingido o recorde de 5,3%, levando seu patrimônio líquido a US$138,5 bilhões.

No ano passado, Jeff Bezos foi o protagonista de um divórcio bilionário, no qual MacKenzie, sua ex-mulher, ficou com US$35 bilhões, correspondentes a quase 183 vezes o recorde de faturamento do Flamengo no mesmo ano, R$950 milhões (por volta de US$191 milhões).

Nem mesmo a quantia envolvida no divórcio o tirou da lista dos donos das maiores fortunas do mundo. Desde que alcançou US$ 104 bilhões (R$ 516,5 bilhões), o dono da Amazon é tido pelos especialistas como a pessoa mais rica de todos os tempos, tendo superado a marca histórica de Bill Gates, dono da Microsoft, acima de US$ 100 bilhões em 1999.

O patrimônio dessas pessoas ricaças é medido considerando-se todos os ativos em dinheiro, bem como empresas de capital fechados, ações, bens imobiliários, dentre outros.

A maior parte da riqueza de Bezos é em forma de ações da Amazon. Com a subida delas em meio à pandemia, o dono da possível parceira do Flamengo tem ficado cada vez mais rico. A estimativa é de que 90% de seu patrimônio esteja vinculado à empresa.

Em novembro de 2019, a CBS Sports disse que Jeff Bezos tinha interesse em comprar um time da NFL e que ele teria passado um bom tempo junto ao dono do Washington Redskins, Daniel Snyder.

Por sua vez, o Washington Post, tradicional jornal comprado há cerca de sete anos por Bezos, informou que ele estaria interessado em comprar o Seahaws, time da cidade onde fundou a Amazon, Seattle.

Junto com Google, Facebook, Apple e Microsoft está a Amazon, formando as cinco maiores organizações da área tecnológica. A empresa praticamente multiplicou seu valor de mercado em dez vezes, segundo a Comparisun.

Tantos números e a variedade de negócios da multinacional ilustram o quão gigante ela é e que, ao fechar parceria com ela, o time carioca terá a chance de ser mais do que um parceiro a expor o logo na camisa flamenguista. É aguardar…

Leia também:


Gostou da nossa matéria? Para ficar sempre atualizado, siga nossas Redes Sociais: Facebook, Twitter e Instagram.

Para relatar erros, clique aqui. Conteúdo publicado originalmente por bonsinvestimentos.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.