Bloomberg prevê que bitcoin possa chegar a US$ 20 mil este ano

bitcoin

A Bloomberg Intelligence estima que o preço do bitcoin continue crescendo e atinja US$ 20 mil em 2020, informou o estrategista sênior de commodities da organização, Mike McGlone, que publicou um novo relatório no início deste mês sobre a criptomoeda.

Há diversos fatores favoráveis para esse cenário, tanto técnicos quanto fundamentais, a exemplo do amadurecimento do bitcoin em relação a outras opções de investimento, cada vez mais opções abertas de futuros de bitcoin e mais interesse em “buy-and-hold” de investidores institucionais.

Além disso, a pandemia da covid-19 e a flexibilização de bancos centrais acabam acelerando o amadurecimento do bitcoin e reduzindo a volatilidade.

“A volatilidade do bitcoin está o dobro da volatilidade da Nasdaq. Estava próxima de 7 vezes quando o preço da criptomoeda e o do índice haviam se cruzado pela primeira vez em 2017”, afirma McGlone, esperando inclusive que o valor chegue a US$ 28 mil.

O bitcoin terminou 2019 em aproximadamente US$ 7 mil, próximo ao limite inferior, favorecendo uma mudança rumo ao ápice. No ano passado, a alta era de cerca de US$ 14 mil, o que poderia significar quase o dobro em 2020 se rotacionar entre o limite recente, analisam os especialistas.

Estratégia “buy-and-hold” é um dos fatores que favorecem o crescimento da criptomoeda

Outro fator positivo é o interesse crescente da estratégia “buy-and-hold” de instituições, conforme indica o crescimento em posições abertas de futuros de bitcoin e ativos sob gestão do Grayscale Bitcoin Trust (GBTC), afirmou McGlone.

“Recentemente atingiu cerca de 50 BTC, as posições abertas de futuros não é uma grande porção de fornecimento total, mas futuros são importantes como uma porta de entrada fundamental para cripto se tornar uma classe convencional de ativos”, disse ele.

McGlone disse que essa tendência de crescimento de ativos sob gestão do GBTC consumiu cerca de 25% dos novos bitcoins recém-minerados em comparação a menos de 10% em 2019.

“Beneficiando-se da ampla adesão com um caso viável de ser uma representante para a moeda de reserva mundial, parece haver poucos obstáculos para a adesão crescente da moeda estável lastreada pelo dólar”, analisa ainda McGlone.

Leia também:


Gostou da nossa matéria “Bloomberg prevê que bitcoin possa chegar a US$ 20 mil este ano“?

Para ficar sempre atualizado com nossas notícias, siga nossas Redes Sociais: Facebook, Twitter e Instagram.

Para relatar erros, clique aqui. Conteúdo publicado originalmente por bonsinvestimentos.com.br.

Revisão e edição: Cintia Salomão

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.