CDB da Caixa é investimento com boa rentabilidade?

Apesar da aplicação em LCI da Caixa ser a preferida de muitos investidores iniciantes, outras opções como o CDB da Caixa vem ganhando destaque neste cenário.

Vimos no artigo específico da LCI da Caixa que este investimento é mais lucrativo do que a poupança. Entretanto, frisamos que existem LCIs de bancos de menor porte com maior rentabilidade do que esta aplicação.

Mas e o CDB da Caixa? Apresenta boa rentabilidade?

Este artigo irá te auxiliar a entender as principais características deste investimento e fará a comparação com outros tipos de aplicações para facilitar a sua tomada de decisão.

O que é CDB?


O CDB (Certificado de Depósito Bancário) é um título de crédito privado emitido exclusivamente por bancos para a captação de recursos junto aos seus clientes.

Em termos práticos, você emprestará dinheiro para a Caixa Econômica Federal (CEF) e ao final do prazo da aplicação, a Caixa irá devolver o seu dinheiro acrescido de uma taxa de juros que foi definida no momento da sua aplicação.

Tipos de CDB da Caixa Econômica


A Caixa possui três modalidades de investimento em CDB, a saber:

  • CDB Pré-fixado

Como o próprio nome já diz, a remuneração do seu investimento é contratada com base em uma taxa pré-fixada, ou seja, no momento da aplicação você sabe exatamente qual será o rendimento da sua aplicação.

  • CDB Flex

A remuneração é pós-fixada e dada por um percentual do CDI.

  • CDB Caixa Progressivo

A remuneração também é pós-fixada e dada por um percentual do CDI.

À primeira vista, não notamos diferenças significativas entre o “CDB Flex” e o “CDB Caixa Progressivo”.

Entretanto, pela análise da descrição dos dois produtos no próprio site da CEF percebemos que o “CDB Caixa Progressivo” apresenta a vantagem do aumento da rentabilidade de acordo com o tempo.

Ou seja, quanto maior o tempo que você permanece com o seu dinheiro aplicado, maior é a taxa de juros que você recebe.

Valores para aplicação


Os valores mínimos variam de acordo com a modalidade de CDB escolhida pelo investidor:

  • CDB Pré-fixado: R$ 1.000.
  • CDB Flex: R$ 200.
  • CDB Caixa Progressivo: R$ 200.

Prazos


Os prazos também variam de acordo com o tipo de CDB da Caixa:

  • CDB Pré-fixado: mínimo de 2 dias e máximo de 725 dias (2 anos).
  • CDB Flex: mínimo de 2 dias e máximo de 1.800 dias (5 anos).
  • CDB Caixa Progressivo: mínimo de 2 dias e máximo de 1.800 dias (5 anos).

Após o prazo máximo, o dinheiro precisa obrigatoriamente ser resgatado, pois não existe renovação automática da aplicação. Ressaltamos que este resgate é automático, ou seja, no término da aplicação o dinheiro é creditado na sua conta.

Entretanto, nada impede que o investidor faça um novo investimento em CDB com o dinheiro resgatado.

Resgate


A única modalidade que não oferece resgate antecipado é o “CDB Pré-fixado”, no qual o investidor define no momento da aplicação qual o período do seu investimento e só poderá fazer o saque ao final deste prazo.

No “CDB Flex” e “CDB Caixa Progressivo” o investidor também precisará escolher o prazo da aplicação. Entretanto, poderá sacar o dinheiro antecipadamente desde que respeitado o prazo mínimo de 2 dias.

Ressalta-se que o resgate antecipado pode ser total ou parcial.

Nestas duas modalidades, o resgate parcial mínimo é de R$ 200 e o saldo mínimo da aplicação deverá ser de R$ 200.

Exemplo: O investidor que possui R$ 1.000 aplicados no “CDB Flex” poderá solicitar resgate parcial de até R$ 800.

Caso deseje resgatar R$ 900, o saldo final do CDB seria de apenas R$ 100, ou seja, menor do que o mínimo estipulado de R$ 200, e, neste caso, deveria fazer o resgate total de R$ 1.000.

Tributação em CDB


Os investimentos em CDB sofrem a incidência de dois impostos, a saber:

  • Imposto sobre Operações Financeiras (IOF): é cobrado somente quando o resgate acontece com menos de 30 dias do início da aplicação.

  • Imposto de Renda (IR): assim como o IOF a alíquota também é regressiva com o tempo. A diferença em relação ao IOF é que este imposto sempre será cobrado e não existe um limite para que o investidor seja isento.

Ambos os impostos incidem somente sobre o lucro do investimento.

Os valores referentes aos impostos (IOF e IR) são recolhidos na fonte pela instituição financeira no momento do resgate da aplicação.

Ou seja, o valor que você recebe já vem com a dedução destes impostos e você não precisa se preocupar em fazer cálculos e imprimir guias para efetuar o pagamento desta tributação.

Resumo do CDB da CEF


Está achando muita informação até o momento?

Que tal consultar a tabela abaixo com um resumo das principais características das modalidades de CDB da Caixa Econômica Federal (CEF) antes de iniciarmos a análise das rentabilidades destes investimentos?

CDB Caixa resumo

Rentabilidades


Conforme visto anteriormente, as duas opções de rentabilidade dos CDBs da Caixa são:

  • Taxa pré-fixada
  • Taxa pós-fixada atrelada ao CDI

Obs.: Atualmente (jun/16), o CDI está rendendo 14,13% ao ano. Para consultar o valor atualizado do CDI, acesse nossa seção sobre índices econômicos.

Fizemos uma consulta ao site da Caixa Econômica Federal (CEF) em julho de 2016 para simular aplicações nas 3 modalidades de CDB.

Os cenários de prazo, valores e rentabilidade são apresentados a seguir.

CDB Pré-fixado

CDB pré-fixado Caixa rentabilidade

Percebam que praticamente não há grande diferença de rentabilidade entre aplicar o mínimo de R$ 1.000 ou valores maiores.

CDB Flex

CDB Flex Caixa rentabilidade

A rentabilidade oferecida não varia com o tempo de aplicação. Para um mesmo valor, tanto faz se você investir pelo tempo mínimo (2 dias) ou pelo tempo máximo (5 anos), conforme pode ser observado na simulação para o valor mínimo de R$ 200.

A mesma simulação de tempo foi feita para os demais valores da tabela e o resultado foi o mesmo.

O único parâmetro que influenciou na rentabilidade oferecida por este CDB foi o valor do investimento. Sendo assim, quanto maior o investimento realizado, maior foi a remuneração oferecida.

Um fato que nos chamou a atenção é que para aumentar a remuneração inicial de 94% para 96% do CDI é preciso investir o mínimo de R$ 300.000.

Ou seja, a remuneração para quem aplica R$ 200 ou R$ 299.999 é a mesma: 94% do CDI.

CDB Caixa Progressivo

Diferentemente do “CDB Flex”, esta modalidade de CDB além de apresentar variação na rentabilidade de acordo com os valores investidos também varia de acordo com o prazo da aplicação.

CDB progressivo Caixa rentabilidade 1

CDB progressivo Caixa rentabilidade 2

CDB progressivo Caixa rentabilidade 3

Sendo assim, é possível notar que o investidor é recompensando por manter o dinheiro mais tempo aplicado neste produto.

Comparando com o “CDB Flex” é possível verificar que o “CBD Caixa Progressivo” é mais vantajoso em todas as situações de prazo e valores investidos.

Desta forma, não entendemos o porquê da Caixa manter estes dois tipos de modalidade uma vez que as demais características são iguais.

Obs.: Para obter a rentabilidade atualizada e personalizada de acordo com o seu perfil de relacionamento com o banco, sugerimos a consulta direta à sua conta (internet banking) ou ao seu gerente. Estas rentabilidades apresentadas foram simuladas pelos autores deste blog em jul/16.

Comparação: “CDB da Caixa x Poupança”


Para saber se o CDB da Caixa é uma alternativa realmente interessante de investimento, além de analisarmos as características apresentadas anteriormente, é de extrema relevância fazer também uma análise comparativa com outras opções.

Desta forma, faremos a nossa primeira comparação com a famosa “Caderneta de Poupança”.

Para isto, tomaremos por base o rendimento da poupança dos últimos 12 meses de 8,37% e as 3 modalidades de CDB da Caixa nos valores de R$ 30.000 e prazo de 1 ano.

Para este valor de investimento (R$ 30.000) e prazo de 1 ano (365 dias), as rentabilidades oferecidas pela Caixa são:

  • CDB Pré-fixado: 12,7%
  • CDB Flex: 94,0% do CDI
  • CDB Caixa Progressivo: 96,0% do CDI

Sendo assim, o gráfico abaixo mostra a diferença entre investir R$ 30.000 durante um ano na “Poupança” ou nos “CDBs da Caixa”.

CDB Caixa x Poupança

Considerando o atual CDI de 14,13% a.a. (jul/16) e o desconto do Imposto de Renda (IR), as rentabilidades líquidas dos 3 CDBs da Caixa foram:

  • CDB Pré-fixado: 10,5%
  • CDB Flex: 11,0%
  • CDB Caixa Progressivo: 11,2%

Ou seja, as três modalidades de CDB apresentaram rentabilidade anual superior à poupança (8,37%), conforme pôde ser observado no gráfico apresentado.

O destaque entre os produtos foi o “CDB Caixa Progressivo” com o melhor desempenho de rentabilidade.

Desta forma, no confronto contra a Poupança todos os CDBs da Caixa se saíram vencedores!

Comparação: “CDB da Caixa x Tesouro Direto”


Como a primeira disputa dos CDBs da Caixa foi muito fácil, uma vez que atualmente a poupança é um dos piores lugares para você deixar seu dinheiro investido, vamos elevar o nível do confronto.

A segunda batalha será contra um dos investimentos mais comentados do momento: Tesouro Direto!

Para isto, vamos manter o investimento de R$ 30.000 por 1 ano e fazer a comparação com o Tesouro Selic.

CDB Caixa x Tesouro Direto Selic

Considerando a atual taxa da Selic de 14,25% ao ano, o Tesouro Selic apresentou uma rentabilidade líquida de 11,8% no período de 1 ano (após o desconto do IR) e se mostrou como uma aplicação mais rentável do que qualquer um dos CDBs oferecidos pela Caixa.

Sendo assim, o segundo confronto foi de vitória para o Tesouro Selic!

Comparação: “CDB da Caixa x CDB de bancos menores”


Mas será que existem opções ainda mais atrativas do que o próprio Tesouro Selic?

Para responder a este questionamento vamos aumentar ainda mais o nível das disputas e analisar CDBs emitidos por bancos de menor porte.

Foram selecionados os Bancos Original e Pine por apresentarem boa saúde financeira e grau de investimento atestado pelas principais agências de rating do mercado financeiro.

Para este confronto continuaremos com o valor-base de R$ 30.000 (prazo de 1 ano) e faremos a comparação entre os seguintes investimentos:

  • Tesouro Selic com rentabilidade de 14,25% ao ano.
  • CDB do Banco Original com rentabilidade de 110% do CDI.
  • CDB do Banco Pine com rentabilidade de 107,5% do CDI.
  • CDB pré-fixado da Caixa com rentabilidade de 12,7% ao ano.
  • CDB Flex da Caixa com rentabilidade de 94,0% do CDI.
  • CDB Caixa Progressivo com rentabilidade de 96,0% do CDI.

Obs.: O rendimento dos CDBs dos Bancos Original e Pine foram verificados no site da corretora Easynvest em 04/07/16.

CDB Caixa x CDB Original e Pine

Pela análise dos dados. é possível confirmar que os CDBs da Caixa vencem somente a Caderneta de Poupança e perdem para os demais investimentos analisados.

Após a análise deste terceiro confronto, verificamos que os melhores investimentos estão concentrados em CDBs de bancos de menor porte.

Simulador do CDB Caixa


Para fazer suas próprias simulações, recomendamos o acesso ao nosso simulador de CDB.

Considerações finais


Aprendemos neste artigo as principais características das três modalidades de CDB da Caixa Econômica Federal.

Vimos também que dentre estes produtos aquele que apresentou as maiores rentabilidades foi o “CDB Caixa Progressivo” com a vantagem adicional de poder solicitar o resgate antecipado.

Na comparação com outros investimentos, constatamos que os CDBs da Caixa só vencem a Caderneta de Poupança.

Na disputa contra o Tesouro Direto e contra CDBs de bancos de menor porte, todos os CDBs da CEF perderam.

Para os investidores iniciantes ou aqueles com menor tolerância aos riscos, sugerimos que estudem um pouco mais para que saibam como é seguro e rentável investir fora dos bancos tradicionais, uma vez que existe a garantia do FGC.


Para conhecer as características de outros investimentos nos principais bancos, recomendamos a leitura de nossa série especial sobre o tema:


Caso tenha permanecido alguma dúvida, basta deixar seu comentário aqui embaixo que te ajudaremos no que estiver ao nosso alcance.

Gostou do artigo? Que tal compartilhar nas redes sociais e nos ajudar a melhorar a educação financeira de outras pessoas?


Data da última atualização desta matéria: julho de 2016.

80 respostas

  1. Bom dia , fui ate uma caixa e a rentabilidade do CDB que me apresentaram é de 87./.. Me disseram q seria melhor um fundo q esta em 97./. Posso confiar?

    1. Eloi, estou achando essa rentabilidade do CDB muito baixa. Geralmente, a Caixa paga em torno de 94% do CDI mesmo para valores pequenos. Diferentemente dos CDBs, os fundos de investimentos costumam ter taxas altas de administração e esta rentabilidade de 97% do CDI que te ofereceram certamente terá uma queda. Além do mais, as rentabilidades dos fundos normalmente variam com o desempenho da carteira e muito dificilmente essa taxa de 97% do CDI se manterá ao longo do tempo (pode subir ou cair). Portanto, acredito que se você possui um perfil conservador a melhor alternativa seria negociar uma taxa melhor no CDB.

  2. Primeiro, PARABÉNS! Os seus artigos são CLAROS, DIDÁTICOS e até ENCORAJADORES!
    Sou um investidor conservador, daqueles que apenas quer sentir-se seguro financeiramente, e, por isso, guarda dinheiro na poupança. Já sei que não é uma boa opção! Péssima, aliás!
    Costumo poupar 1.000,00 todo mês, na poupança Azul da Caixa. Tenho 22.000,00 livres, que, com certeza, não precisarei mexer, deixando uma outra quantia na poupança pra eventualidades (não quero encerrar a poupança!).
    Então, depois de ler vários artigos aqui de vocês, eu pensei o seguinte: (quero a sua avaliação e orientação!)
    Em janeiro vou pegar esses 22 mil e aplicar no CDB Progressivo, por seis meses.
    Passado esse tempo, chegando em Julho, eu complemento o valor e aplico 30 mil na LIC da Caixa, por um ano.
    As minhas dúvidas são:
    1 – De janeiro a junho, onde fico aplicando os 1 mil reais que poupo todo mês ?
    2 – Em julho, já com os 30 mil pra aplicar na LIC, é vantagem eu “permanecer” na LIC de forma indefinida e ir apenas reaplicando ao final de cada período máximo da aplicação ? (se eu não tivesse descoberto esse Blog, eu iria permanecer guardando na poupança indefinidamente);
    3 – Na Caixa, tenho apenas a poupança Azul. Que tipo de conta eu devo abrir para essas aplicações (CDB e, depois, LIC), de modo que eu não pague taxas nem pacotes de serviços ?
    Agradeço desde já!
    Boas festas!

    1. Gilmar, muito obrigado pelo seu comentário. Saiba que são depoimentos como esses que nos motivam a continuar escrevendo. Vamos agora às suas perguntas:

      1 – Como o período de janeiro a julho é curto e a quantia não é muito alta, eu acredito que o ideal é aplicar esses mil reais mensais no próprio CDB Caixa Progressivo.

      2 – A LCI da Caixa é hoje um dos melhores investimentos se considerarmos apenas os grandes bancos (Itaú, Banco do Brasil, Santander e Bradesco). Para você conseguir rentabilidades melhores, o aconselhável é migrar para um banco de médio porte, seja através de uma abertura de conta diretamente no banco ou investindo através de corretoras independentes. Mas como você menciona ter um perfil bem conservador, talvez essa ideia ainda te assuste. Logo, dê um passo de cada vez. Pode iniciar na LCI da Caixa e depois de um ano aprimorando mais o seu conhecimento talvez você se sinta seguro para buscar maiores rentabilidades, pois verá que existem diversos mecanismos para te proteger.

      3 – Não sei te dizer se é possível investir através da Poupança Azul. O ideal é comparecer até uma agência e conversar com o gerente. Explique que você irá investir essa quantia e solicite isenção de taxas. Geralmente, para valores próximo ao seu, o gerente libera o pagamento de taxas.

      Mais uma vez agradecemos e pedimos desculpas pela demora na resposta!

      1. Mas se eu depositar, em janeiro, os 22 mil no CBD Progressivo Caixa, e seguir depositando mil reais no mesmo CDB, a cada mês, eu vou, a cada mês também, ganhar uma nova data de resgate, não ?
        É que eu soube que a cada aplicação no CDB você ganha uma nova data de resgate. A cada aplicação seria um novo CBD.
        É isso mesmo ?
        A minha meta é formar os 30 mil para, então, aplicar na LCI (dessa vez escrevi certo!).
        Obrigado desde já!

        1. Gilmar, o seu entendimento está correto. Cada novo depósito é como se fosse um novo investimento e, consequentemente, os prazos serão diferentes. Entretanto, como o CDB Progressivo possui a opção de resgate antecipado, você só precisará aguardar o prazo mínimo de 2 dias para efetuar os saques. Ou seja, mesmo que você tenha 6 CDBs diferentes, poderá efetuar o saque de todos eles quando quiser fazer a aplicação na LCI. Um abraço e obrigado pela participação aqui no blog!

  3. Bom Dia
    Gostei Demais do Post, muitas dúvidas foram sanadas….
    Parabéns Muita Didática e informações Preciosas….

    Gostaria de uma Dica
    Exemplo:
    Eu tenho um valor disponível de 75.000,00, desses total apliquei 20.000,00 no CDB Flex da Caixa, eles me ofereceram uma Rentabilidade de 22,8770% a.a, com o percentual de 15,00% de IR…..
    Queria saber se eu fiz uma boa aplicação, e se teria algum outro banco ou forma de investimento que eu tenha uma rentabilidade melhor para aplicar os 55.000,00 restantes

    Obrigado

    1. Samy, obrigado pela sua participação. Em relação à sua dúvida, antes gostaríamos de confirmar a rentabilidade de 22,8770% ao ano. Foi mesmo este valor? Estamos achando muito elevado, pois mesmo em bancos menores a rentabilidade anual em CDBs atualmente não passa de 15,0% ao ano.

  4. Na avaliação do tesouro direto não foi descontada a taxa de custódia anual da Bolsa de 0,30% e nem
    a taxa de administração que em muitas corretoras é zero, mas entre os grandes bancos a da caixa é a menor com 0,40%. Efetuados tais descontos, o CDB da Caixa Progressivo pode até ser mais vantajoso dependendo do banco ou corretora que se opere.

    1. Edilson, em breve faremos uma atualização nestas rentabilidades e faremos o desconto da taxa de custódia anual da Bolsa de 0,30%. Em relação à taxa dos grandes bancos, não vemos motivo para não investir em Tesouro Direto por uma corretora independente sem custos, mas como as taxas variam de banco para banco, permaneceremos sem incluir esta taxa. E realmente o CDB Caixa Progressivo pode ser mais vantajoso em algumas situações, pois sempre que o rendimento for superior a 100% do CDI este tipo de CDB será mais vantajoso do que o Tesouro Selic (que remunera a cerca de 100% do CDI, fazendo uma aproximação entre Selic e CDI). Obrigado pelo comentário!

    1. Luiz, tirei o valor do investimento para preservar sua privacidade. Se você quiser investir em bancos grandes, geralmente a Caixa tem as melhores opções. Se quiser maior rentabilidade, pode investir através de uma corretora independente (Easynvest, XP, etc.). Neste caso, dê uma olhada na nossa seção “10+” para ter uma idéia de boas rentabilidades oferecidas nestas corretoras, ok? Se tiver alguma dúvida, pode nos contactar.

    1. Luiz, tirei o valor do investimento para preservar sua privacidade. Se você quiser investir em bancos grandes, geralmente a Caixa tem as melhores opções. Se quiser maior rentabilidade, pode investir através de uma corretora independente (Easynvest, XP, etc.). Neste caso, dê uma olhada na nossa seção “10+” para ter uma idéia de boas rentabilidades oferecidas nestas corretoras, ok? Se tiver alguma dúvida, pode nos contactar.

  5. Estive pesquisando em vários sites e blogs e agora os encontrei.
    Foram as melhores explicações sobre investimento que achei com simulações fáceis de entender pois sou leiga nesse assunto e estou interessada em investir em algo mais rentável que a poupança e nada melhor que pesquisar bem antes de faze-lo para não trocar gato por lebre…
    Ótimo esse blog,
    Parabéns
    Ana Lúcia

  6. Parabéns pelo blog! A maneira como o assunto é abordado e os exemplos através dos gráficos tornam simples e de fácil entendimento essa questão tão importante e ao mesmo tempo tão temerosa para pessoas simples, humilde e principalmente as de baixo poder aquisitivo, vista que, o que mais se houve falar ultimamente é de crise. São poucos os que, ao invés de reclamar, procuram ajudar através de suas experiências e conhecimento os que não sabem ou desconhecem como eu, que venha há tempos pensando em uma maneira de investimento, mas que, como muitos, não tinha esse entendimento sobre o assunto.
    Agora só me resta escolher o melhor investimento e retirar minhas economias da,poupança.
    Muito obrigado pela excelência no assunto abordado.
    Parabéns pela iniciativa.

    1. Gilson, são depoimentos como o seu que nos ajudam a manter o blog ativo! Realmente a educação financeira é um tema relegado a segundo plano em nossas vidas. É até uma crítica que temos ao ensino em nosso país. Não poderíamos ser apresentados ao tema desde a educação de base? Acredito que isto faria uma diferença enorme na qualidade de vida da população. Obrigado pela sua participação!

  7. Tenho uma dúvida sobre cdbs “progressivos”, como o do Santander. Qdo diz-se que a taxa de rentabilidade depende,da data de resgate: suponha que seja 90% do Cdi para resgate até 180 dias, e 94 para resgate entre 181 e 360. Se eu resgatar com 182 dias, terei 94% do cdi para o período todo, ou terei 90% relativo aos primeiros 180 dias e 94% apenas do cdi dos dois últimos dias? Muito obrigado

  8. Primeiramente parabéns pelo artigo. Dentre todos os artigos que li na internet, esse é o mais esclarecedor e com comparativos de fácil entendimento, muito bom! Sou bem conservador e estou pesquisando sobre investimentos, pois atualmente tenho meu dinheiro aplicado somente na poupança da Caixa. O objetivo inicial era de ampliar o capital para aquisição de um imóvel, porém após algumas conversas com minha esposa, talvez não compense juntar uma boa entrada e comprometer a renda com um financiamento de 30 anos, mas sim aplicar o dinheiro e com o tempo adquirir um retorno do investimentos que pague o valor de aluguel de uma casa comum, assim o valor nominal não sofreria alterações. Gostaria de saber qual seria a opinião de vocês sobre essa opção. Agradeço desde já!

    1. William, obrigado pelo seu elogio.

      A escolha entre o aluguel ou o investimento na compra de um imóvel é muito particular. Tem pessoas que não conseguem viver “pagando” algo que não é deles e que precisam da segurança da “casa própria”. Mas tem outras pessoas que preferem viver de aluguel até pela facilidade de se mudar em função de emprego, ou para morar mais próximo do escritório ou simplesmente para morar em um lugar melhor, pois geralmente o aluguel sai mais barato do que a prestação do financiamento.

      Não sei qual o seu caso, mas acho que seria interessante levar em consideração estes aspectos em conjunto com sua esposa antes de tomar a decisão. Esta decisão não pode ser baseada exclusivamente em contas. Tem todo um lado emocional que pesa muito.

      No lado financeiro, atualmente os juros do financiamento estão por volta de 10 a 12% ao ano. Se você aplicar em uma LCI dos grandes bancos, por exemplo, consegue obter rentabilidade de aproximadamente 11% ao ano. Ou seja, os juros que ganharia com o investimento seria praticamente os juros cobrados pelo financiamento. Ou seja, se a sua decisão for comprar um imóvel, não há grande diferença entre dar a entrada máxima e conseguir parcelas menores ou dar a entrada mínima e deixar o dinheiro rendendo em algum investimento.

      Mas se a sua decisão for de alugar um imóvel, você precisa entender que os aluguéis geralmente são reajustados para cima e se você não aumentar o valor do seu investimento com o tempo não conseguirá pagar o seu aluguel. Vamos a um exemplo bem simples para ilustrar o que estou falando:

      Suponha que você possua R$ 200.000 aplicados em uma LCI que te renda 10% ao ano. Ou seja, todo ano você terá uma rentabilidade de R$ 20.000. Dividindo este número por 12, você terá um rendimento mensal de aproximadamente R$ 1.650. Como base neste rendimento, você procura e aluga justamente um apartamento de R$ 1.650.

      Após 5 anos, você percebe que o reajuste do aluguel foi de 25%. Desta forma, o aluguel saltou de R$ 1.650 para R$ 1.980. Entretanto, como o valor do seu investimento ainda é o mesmo de R$ 200.000, o seu rendimento mensal de R$ 1.650 não será mais suficiente para pagar o aluguel.

      Por isso, se for alugar precisa prestar atenção nestas questões e fazer algumas contas antes de escolher o valor que está disposto a pagar.

  9. Ola tenho um valor de cem mil para aplicar por ate dois anos sem precisar de resgate,não gostaria de arriscar, apenas queria algo mais rentável do que a poupança, o que sugerem, afinal aplicar no cdb vale a pena agora com a possibilidade de queda da Selic? gostaria de sua opinião, de onde seria mais rentavel aplicar. obrigado e parabéns pelo blog ta muitooooooo bommm mesmo.. ate mais.

    1. Matias, retirei o valor do seu investimento para manter sua privacidade. Se você quer se manter nos grandes bancos, os investimentos na Caixa atualmente são os que apresentam as melhores rentabilidades. Mesmo havendo queda na Taxa Selic, acreditamos que os investimentos em LCI e CDB ainda continuarão rentáveis pelos próximos dois anos. Temos um artigo que compara a LCI com o CDB da Caixa. Talvez seja interessante a leitura. Um abraço e obrigado pelo elogio!

  10. Boa tarde!

    Tenho XX mil na poupança da caixa e estou pensando em fazer algum investimento, posso investir este valor por seis meses, qual a melhor opção de investimento que eu poderia fazer?
    Obrigado.

    1. Douglas, boa tarde! Tirei o valor do seu comentário para não expor sua vida financeira, ok? Dos grandes bancos, o melhor investimento para o seu valor e prazo (seis meses) seria o CDB Caixa Progressivo. Se quiser investir em bancos de menor porte, te aconselharia uma LCI ou LCA do Banco Daycoval.

  11. Adorei a dinâmica do texto, bem clara pra quem está começando, parabéns! A única dúvida que ficou foi: em qual banco devo investir no CDB? Qual é o mais indicado para me dar uma maior rentabilidade.

    1. Bruna, agradecemos o seu comentário. Se for investir em LCI ou CDB de um dos grandes bancos (Caixa, Banco do Brasil, Santander, Itaú e Bradesco) nos parece que as maiores rentabilidades estão na Caixa. Entretanto, alguns bancos não disponibilizaram as rentabilidades de seus produtos alegando que a negociação é feita individualmente levando em consideração o perfil do cliente.

  12. Boa tarde.

    Apesar de ganhar apenas da caderneta de poupança, achei interessante as remunerações realizadas pela CEF em ambos os CDBs pós, em comparação com o Santander vale a pena o investimento, pois o máximo que consegui foi de 95% do CDI apenas no último ano. Infelizmente não pesquisei o suficiente antes de aplicar e agora terei que esperar os 30 meses para fugir do IOF, talvez eu mude para a CEF.
    Sabem me informar se essas taxas (% do CDI) são “padrões” ou é necessário barganhar com o gerente para chegar nesses valores?

    Obrigado e meus parabéns pela matéria que ficou ótima.

    Atenciosamente,
    Marcílio Silva

    1. Marcílio, percebemos que entre os grandes bancos geralmente os produtos de Renda Fixa da Caixa são os menos piores. As taxas da CEF foram simuladas no próprio internet banking da Caixa, ou seja, não fizemos nenhuma barganha com o gerente.

      Só uma correção ao seu comentário: você disse que precisa esperar 30 meses para fugir do IOF, mas na verdade são apenas 30 dias. Acho que pensou certo, mas escreveu errado.

      Obrigado pelo elogio e pela sua participação aqui no blog!

  13. muito esclarecedoras as explicações, fico grato pelo blog que vocês criaram para nos ajudar a procurar o melhor investimento. Antes de conhecer este blog fiz uma aplicação no cdb flex da CEF , com uma taxa de 99% do CDI por um prazo de dois anos ( na verdade eu queria 3 anos, mas no contrato constam apenas dois anos). Já vi acima que pelo menos em relação a poupança o cdb flex é um pouco melhor. No entanto quando fui consultar os juros dois dias úteis após a aplicação achei muito pouco !!!! Como isso funciona ? É possível que o CDB flex renda menos que a poupança , apesar da taxa ser de 99% do CDI ?

    1. Marcelo, mesmo com o desconto do Imposto de Renda um CDB pagando 99% do CDI não pode ser pior do que a poupança atualmente. O que acontece é que nos 30 primeiros dias existe a incidência do IOF (para entender mais acesse nossa seção sobre impostos clicando aqui). Então, acredito que quando você olhou o saldo dois dias após a aplicação estivesse com o desconto do IR + IOF. Tente olhar novamente após 30 dias e verá que a remuneração será maior do que a poupança. Se ainda estiver ruim, aconselho que procure o seu gerente e questione esta situação, ok?

      1. Fico muito grato pela atenção que vocês da Bons Investimentos tiveram para com minha pessoa e na verdade para com todos os seus leitores. Com as notícias sobre economia que lemos ou ouvimos todos os dias o assunto em pauta é o aumento da inflação e o baixo rendimento da poupança. O esclarecimento e sugestão dados por vocês me tranquilizaram muito. O encorajamento que a Bons Investimentos proporciona aos seus leitores é fundamental para que pessoas conservadoras como eu fiquem mais atentas para não verem sua economias derreterem diante do nosso atual quadro econômico.Encerro com um muito obrigado e com uma pergunta: por quanto tempo vocês acreditam que a taxa selic ficará nos atuais 14, 25% ( se não me engano), e se ela diminuir qual será o impacto disso nos investimentos tais como LCI, LCA e CDB ?

        1. Marcelo, estamos sem palavras para agradecer tanto reconhecimento! Acreditamos que a Taxa Selic em 14,25% está com os dias contados. Todos os especialistas apontam para um queda nos próximos meses. Entretanto, a Selic até 12,0% ainda torna a Renda Fixa muito atrativa. Abaixo de 12,0% já começa a ser necessário fazer conta e procurar os melhores investimentos de forma mais atenta. Mas, a expectativa é de que a Selic feche este ano próxima de 13,5% e no ano que vem próxima de 12,0%. Ou seja, até o final do próximo ano ainda teremos, provavelmente, um cenário favorável para este tipo de investimento. De qualquer forma, estaremos sempre atentos para novos horizontes e mudanças de investimentos. Se percebermos melhores oportunidades iremos atualizar o blog. Além disso, estamos planejando um e-book para ser lançado até o final do ano “abrindo” toda a nossa estratégia pessoal de investimento e com várias dicas para o pessoal maximizar os lucros.

Faça um comentário

SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS!

Publicidade

Procure o tema do seu interesse

Usamos cookies e tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência neste site e personalizar publicidade. Ao continuar navegando, você concorda com isso.
ssssssssss