Ibovespa cai 17,8% no semestre

O Ibovespa finalizou o primeiro semestre de 2020 com perdas de 17,8%, marcado por seis circuit breakers na B3, o maior número já acionado. O recorde anterior havia sido na crisede  2008, onde o circuit breaker foi acionado cinco vezes.

Nesse mesmo período, o dólar apresentou ganhos de 35,6%, a maior alta registrada da moeda norte-americana ante o real desde o segundo semestre de 2008.

Porém, no segundo trimestre de 2020, o Ibovespa começou a reagir e registrou ganhos de 31%, o maior crescimento desde 2003.

De acordo com analistas de mercado, o resultado recuperou uma parte das perdas registradas no semestre.

Além disso, a esperança de uma vacina contra o coronavírus e a reabertura econômica de alguns países impulsionaram a Bolsa nos últimos três meses.

Analistas acreditam que a Bolsa ainda é uma oportunidade de investimento melhor que o CDI.

Terça-feira

Na terça-feira, 30, o índice brasileiro finalizou o dia com perdas de 0,71% a 95.055 pontos com volume financeiro negociado de R$ 27,25 bilhões.

Ao que tudo indica, a queda foi influenciada pela declaração da Organização Mundial da Saúde (OMS) afirmando que a pandemia está longe de terminar e que o pior ainda está por vir.

Já o dólar comercial registrou ganhos de 0,27%, cotado aos R$ 5,4387 na compra e R$ 5,44 na venda.

No mercado de juros futuros, o DI para janeiro de 2022 registrou queda de um ponto-base a 2,92%, o DI para janeiro de 2023 caiu três pontos-base a 4,02% e o DI para janeiro de 2025 recuou seis pontos-base a 5,68%.

Leia também:


Gostou da nossa matéria? Para ficar sempre atualizado, siga nossas Redes Sociais: Facebook, TwitterInstagram.

Para relatar erros, clique aqui. Conteúdo publicado originalmente por bonsinvestimentos.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.