IPOs em alta chama a atenção dos investidores

Desde março, o Ibovespa apresentou ganhos de 60% e com isso voltou a chamar a atenção dos investidores e abriu caminho para a retomado dos IPOs das empresas na bolsa brasileira.

A Locaweb que deu o ponta pé inicial na bolsa brasileira em fevereiro de 2020 já arremata ganhos de 176%. Vale destacar que as ações da empresa tiveram seu valor fixado em R$ 17,25 no IPO e fecharam a segunda-feira, 13, valendo R$ 47,55.

Já a Ambipar que estreou nesta segunda-feira (13), de imediato chamou a atenção dos investidores. No primeiro dia de negociação, as ações da companhia de gestão de resíduos valorizaram cerca de 18%. Dados mostram que a companhia já levantou quase R$ 1,1 bilhão com sua oferta.

E o número de empresas interessadas em IPOs não para de crescer. Entre elas podemos citar: a incorporadora You Inc., os grupos varejistas Soma (dono das marcas Farm e Animale) e Quero-Quero, a construtora Riva 9 e a empresa Boa Vista.

E vale a pena investir em ações de empresas novas?

Analistas de mercado alertam que o investidor pessoa física não deve entrar na onda de euforia do mercado, pois o momento do mercado é positivo e a receptividade tem sido boa nas últimas ofertas, mas nem tudo vale a pena.

E não para por aí, é preciso estudar o prospecto com calma e buscar entender a estratégia de cada empresa para o crescimento e aí sim definir o investimento.

De acordo com analistas de mercado é recomendável dar prioridade para ofertas primárias, pois o dinheiro arrecado por ela será aplicado em novos projetos que podem resultar em geração de valor para os acionistas.

Na oferta secundária, os recursos captados serão embolsados pelos acionistas que comercializam os papéis.

Segundo os analistas, é importante fazer uma avaliação cuidadosa do segmento de atuação da empresa, comparar os dados operacionais e os resultados obtidos com os apurados pelas suas concorrentes.

Investimento de longo prazo?

É importante avaliar a ação de empresas novas na Bolsa como um investimento de longo prazo, ou seja, a ser mantida no portfólio.

De acordo com analistas de mercado, uma forte valorização da ação nos primeiros dias pode ser uma boa oportunidade para lucrar com o IPO. Contudo, é importante estar atento pois pode haver restrição para essa prática, em alguns casos há a obrigatoriedade de carregar o papel por um certo prazo (prática conhecida como lock-up).

2020

2020 era esperado para ser o melhor ano em número de IPOs. Contudo, a pandemia do coronavírus atrapalhou esse movimento para muitas empresas, pois o cenário imprevisível afastou muitos investidores.

Nos dois primeiros meses de 2020, cerca de quatro empresas fizeram sua estreia na B3. Foram elas: Mitre Realty, Moura Dubeaux, Locaweb e a Priner.

Além disso, mais de 20 empresas haviam iniciado o processo para a abertura de capital.

Leia também:


Gostou da nossa matéria? Para ficar sempre atualizado, siga nossas Redes Sociais: Facebook, TwitterInstagram.

Para relatar erros, clique aqui. Conteúdo publicado originalmente por bonsinvestimentos.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.