Nova lei do saneamento deverá impactar empresas na Bolsa. Confira!

Uma nova lei de saneamento aprovada no Brasil deverá universalizar o acesso a água e coleta de esgoto. E, diante deste cenário, governantes e empresários esperam que bilhões sejam investidos nos próximos anos.

Com isso, muitas oportunidades deverão aparecer para várias empresas e de diversos segmentos, afetando diretamente aquelas que possuem ações na Bolsa brasileira.

Vale destacar que a lei ainda precisa ser sancionada pelo presidente Jair Bolsonaro.

Contudo, especialistas já se atrevem a listar algumas empresas que deverão apresentar valorização nos próximos meses.

Empresas

Entre as empresas listadas por analistas estão: Sabesp, Sanepar e Copasa.

O governo de São Paulo já declarou que tem interesse em privatizar a Sabesp e com isso ela deverá ampliar os serviços no Estado. Os analistas destacam que como a empresa já possui ações na Bolsa deverá ser mais fácil o relacionamento com os investidores.

Já a Sanepar poderá atrair investidores para se capitalizar e entrar em novos mercados. De acordo com analistas, a empresa está preparada pois tem saúde financeira e indicadores de balanço para aproveitar as oportunidades que surgirem.

Por outro lado, a Copasa possui uma grande base de clientes e pode expandir os negócios para mais cidades após a nova lei entrar em atividade.

Empresas do setor de aço e energia

Além disso, os setores de infraestrutura e elétrico também deverão ser beneficiados com a aprovação da nova Lei. Entre as empresas com destaque desse setor aparecem a Gerdau, Cesp, AES Tietê e a Ômega Energia.

Ao que tudo indica, a Gerdau deverá receber mais encomendas e aumentar vendas assim que os projetos começarem a ser executados.

Já a Cesp poderá se favorecer da maior demanda por energia com o crescimento da Sabesp. E a AES Tietê deverá vender mais eletricidade para atender as novas estações de tratamento de água e esgoto.

Por fim, a Ômega Energia terá espaço para atender mais clientes de saneamento.

Empresas do setor de turismo e saúde

Ainda, a nova lei deverá auxiliar a despoluição de rios e praias, e com isso surgiram novos polos de lazer favorecendo o turismo. E para o setor de saúde, a água tratada representa menor ocorrência de doenças.

Do lado do turismo, a CVC deverá ganhar destinos para promoção de viagens e ampliar a variedade de clientes para destinos nacionais.

Já a Qualicorp poderá se beneficiar com a melhora dos índices de saúde da população. Água tratada reduz a ocorrência de doenças e, portanto, diminui a quantidade de internações e os custos hospitalares.

Leia também:


Gostou da nossa matéria? Para ficar sempre atualizado, siga nossas Redes Sociais: Facebook, TwitterInstagram.

Para relatar erros, clique aqui. Conteúdo publicado originalmente por bonsinvestimentos.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.