Pandemia faz lucro da BR Distribuidora cair pela metade

A maior distribuidora de combustíveis do Brasil, a BR Distribuidora (BRDT3), comunicou, na última quarta-feira (11/6), que obteve lucro líquido de 234 milhões de reais no primeiro trimestre de 2020.

O montante representa uma queda de 50,9% em comparação ao mesmo período de 2019 em meio aos impactos do isolamento social, que reduziu os volumes de venda e as receitas das empresa.

A empresa, que tem a Petrobras como maior acionista, ainda registrou queda de 5,9% no volume de vendas no período na comparação anual, para 9,191 bilhões de litros.

O indicador de geração de caixa (Ebitda ajustado) somou 545 milhões de reais entre janeiro e março, indicando uma queda de 36,6%, enquanto a receita atingiu 21,2 bilhões de reais, redução de 5,5%.

Redução da demanda por combustíveis a partir de março teve impacto imediato

A empresa comunicou que a “desaceleração da atividade econômica, as crescentes restrições à circulação de pessoas, a redução das atividades industriais, comerciais, de serviços e do uso de todos os modais de transportes no Brasil ocasionaram, principalmente a partir da última semana de março, significativa redução da demanda por combustíveis no país”.

Os volumes de venda no Ciclo Otto sofreram na última semana de março uma redução de 55% em relação à média diária acumulada desde o início do trimestre, enquanto os volumes de diesel sofreram redução de 25% e os do segmento de aviação, caíram 60% na mesma comparação, disse a empresa.

“Como somos ao mesmo tempo compradores e vendedores de commodities, entendemos que o nível recorrente de margens de comercialização de nosso negócio segue dinâmica própria e independente dos patamares de preço de petróleo”, prosseguiu em comunicado a BR Distribuidora.

Leia também:


Gostou da nossa matéria sobre a queda do lucro da BR Distribuidora?

Para ficar sempre atualizado com nossas notícias, siga nossas Redes Sociais: Facebook, Twitter e Instagram.

Para relatar erros, clique aqui. Conteúdo publicado originalmente por bonsinvestimentos.com.br.

Revisão e edição: Cintia Salomão

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.