Os 10+ de Maio de 2020 (Temporariamente Suspenso)

Caros leitores,

Como todos vocês sabem, resolvemos suspender temporariamente o mapeamento dos “10+ da Renda Fixa” devido à grave crise pela qual estamos passando.

Infelizmente, não temos previsão de retorno da tradicional tabela com os melhores investimentos da Renda Fixa.

Portanto, utilizaremos este espaço para trazer nossas considerações sobre a evolução da crise e possíveis estratégias no campo dos investimentos financeiros.

De Abril para Maio, nossa estratégia de investimento não foi alterada, ou seja, ainda estamos adotando uma postura bastante defensiva.

Continuamos entendendo que o momento é de manter o dinheiro “investido” em instrumentos de alta liquidez e segurança, tais como Tesouro Selic e Poupança.

Novamente, gostaríamos de frisar que este posicionamento pode gerar perdas marginais para a inflação, já que a Taxa Selic encontra-se no menor patamar histórico (3,0% ao ano).

Entretanto, devido a grande incerteza que estamos vivendo, não se pode afirmar com 100% de certeza que um investimento muito conservador perderá para a inflação nos próximos meses.

Mesmo com a Taxa Selic a 3,0% ao ano, a grave crise econômica que está por vir pode jogar a inflação em um patamar muito baixo.

Percebam que já é possível observar o índice oficial da inflação operando no campo negativo, com a divulgação do IPCA de Abril que ficou em -0,31%.

Após esta exposição, gostaríamos de destacar que essa estratégia é muito pessoal e, por isso, cada um deve avaliar o seu cenário econômico e perfil de risco, antes de tomar qualquer tipo de decisão.

Para aquelas pessoas que possuem folga no orçamento e não correm o risco de diminuição salarial, sugerimos que olhem para o Mercado de Renda Variável, já que o mesmo sempre apresenta oportunidades durante as crises.

Contudo, ressaltamos mais uma vez que o investimento em Renda Variável requer muito estudo e paciência, haja vista que os riscos embutidos são sempre maiores do que os da Renda Fixa. Portanto, foque em empresas e fundos imobiliários de qualidade e evite especular.

Outro conselho: invista na Renda Variável pensando no longo prazo e só coloque o dinheiro que você sabidamente não vai precisar durante 5-10 anos. Caso contrário, você corre o risco de ter que se desfazer dos seus ativos a “preços de banana”, gerando prejuízo.

Abaixo, deixaremos as seções que normalmente apresentamos em todos os artigos dos 10+.

Desejamos saúde e paciência a todos neste momento tão difícil.

Índices econômicos


Seguem os principais índices econômicos relacionados a investimentos em Renda Fixa

  • Taxa Selic: +3,00% ao ano
  • CDI: +2,90% ao ano
  • IPCA: +2,40% ao ano (acumulado dos últimos 12 meses)

Obs.: Foram utilizados valores vigentes no início de maio de 2020. Para consultar os valores atualizados e as previsões do CDI, SELIC e IPCA, acesse nossa seção específica sobre estes índices.

Desempenho da poupança


Para fins comparativos, é bom saber também a rentabilidade da poupança, certo?

Com a queda da Taxa Selic para valores abaixo de 8,50%, a rentabilidade da poupança para depósitos feitos a partir de 04/05/12 muda de regra e passa a ser: 70% da Taxa Selic + TR.

Como a TR está em zero desde setembro de 2017 e a Taxa Selic está em 3,00%, estima-se uma rentabilidade líquida para os próximos 12 meses de 2,10%.

Obs.: Para os depósitos antigos em cadernetas de poupança, realizados antes de mai/12, a rentabilidade continua sendo de “0,50% ao mês + TR”.

Segurança é fundamental: lembre-se do FGC


Os investimentos em LCI, LCA e CDB possuem um seguro automático de até R$ 250.000, por CPF e instituição financeira.

Para conhecer ou relembrar as características deste seguro, recomendamos a leitura do nosso artigo específico sobre o FGC.

Obs.: Apesar dos títulos públicos (Tesouro Direto) não serem garantidos pelo FGC, estes investimentos são considerados os mais seguros do mercado, conforme explicado no guia sobre o Tesouro Direto.

Fundos imobiliários como ferramenta para diversificação


Os fundos imobiliários podem representar uma boa alternativa para investidores que já tenham uma certa quantia em Renda Fixa e estejam à procura de diversificação do seu patrimônio.

Comprando cotas de um determinado fundo imobiliário, você adquire o direito de receber uma parte dos aluguéis provenientes dos imóveis que o fundo detém.

Como as cotas desses fundos são negociadas na Bolsa de Valores, é muito importante estudar antes de adquirir este produto.

Aconselhamos, também, a contratação de um profissional independente para auxiliar no acompanhamento do mercado e na formação da sua carteira.

Gostamos bastante do trabalho do colega Rodrigo Medeiros e, por isso, estamos disponibilizando o link abaixo para contratação dos relatórios deste excelente profissional.

Relatório Semanal DesmistificandoFII


A escolha por determinado investimento é algo muito particular e não depende exclusivamente da rentabilidade, pois fatores como liquidez (prazo em que você poderá resgatar o dinheiro) e valores mínimos de aplicação devem ser levados em consideração.


Como o nosso blog é gratuito, caso tenha gostado deste material, nosso pedido é o mesmo de sempre: ajude-nos na divulgação!

É fácil e rápido, basta compartilhar no Facebook.

Compartilhe:
Facebook
WhatsApp
Twitter
LinkedIn
Telegram

Faça um comentário

SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS!

Publicidade