Confira algumas dicas sobre ter o nome sujo no SPC/SERASA

Devido a pandemia do coronavírus milhões de brasileiros perderam os seus empregos e com isso cerca de 60 milhões de brasileiros tiveram os nomes negativados no SPC/SERASA.

Listamos algumas informações importantes para quem possui o nome na lista de inadimplentes do SPC/SERASA.

Dica 1

A empresa é obrigada a enviar uma notificação informando que se não quitar a dívida o nome será negativo dentro de alguns dias. No Código de Defesa do Consumidor conta que a notificação deverá ser enviada por escrito dias antes da negativação.

Dica 2

Quando o consumidor renegocia a sua dívida é necessário assinar um documento contendo detalhes do acordo. Assim, a dívida anterior é extinta e o nome deverá ser retirado dos cadastros negativos após o pagamento da 1ª parcela do acordo.

Dica 3

Fique atento as falsificações de documentos e assinaturas.

Caso o seu nome foi incluído no cadastro e não foi você o responsável pela divida, é importante fazer um boletim de ocorrência e solicitar a empresa credora para resolver a situação.

Dica 4

De acordo com o Código de Defesa do Consumidor, receber ligações e mensagens de cobrança poderá ser considerado como cobrança abusiva.

Ao acontecer isso, o consumidor deverá denunciar a empresa no Procon ou até mesmo entrar na Justiça.

Dica 5

Cuidado. Caso o seu nome esteja negativo, o banco poderá impedir a abertura de uma nova conta corrente e, para quem já é correntista, o cheque especial poderá ser bloqueado e ter a suspensão dos talões de cheques.

Dica 6

Caso o consumidor possua cartão de crédito ele poderá continuar usufruindo do serviço.

De acordo com a Proteste, o banco não pode cortar um serviço que o cliente já contratou.

Dica 7

O pagamento de contas no débito automático continua normal e, inclusive, é uma boa forma de evitar novas dívidas.

Dica 8

O banco poderá descontar dinheiro automaticamente de sua conta corrente em caso de um empréstimo não pago, desde que isso esteja previsto em uma cláusula no contrato

Dica 9

Certamente, se está desempregado essa informação é importante. O Tribunal Superior do Trabalho decidiu que qualquer empregador pode definir se contrata ou não um funcionário após saber se o nome dele está sujo.

Dica 10

É importante esclarecer que escolas e faculdades, desde que não haja constrangimento, podem decidir por recusar a renovação de matrícula por inadimplência.

Dica 11

O consumidor que estiver com o nome sujo poderá tirar tranquilamente o passaporte ou visto para viagem ao exterior.

Dica 12

Vale destacar que existe um prazo prescricional de cinco anos para que o CPF negativado saia dos órgãos de proteção ao crédito.

Todavia, passado esse tempo, a dívida continua existindo e o credor pode cobrar a dívida na Justiça.

Dica 13

Por fim, o banco ou instituição financeira poderá negar crédito ao consumidor que ficou devendo, mesmo que tenha liquidado a dívida.

Leia também:


Gostou da nossa matéria? Para ficar sempre atualizado, siga nossas Redes Sociais: Facebook, TwitterInstagram.

Para relatar erros, clique aqui. Conteúdo publicado originalmente por bonsinvestimentos.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.