PIB do Brasil deverá cair 9,1% em 2020, prevê FMI

Em 2020, o produto interno bruto (PIB) do Brasil deverá recuar 9,1%, segundo dados divulgados pelo Fundo Monetário Internacional (FMI).

Com isso, se a previsão for concretizada, a economia do Brasil apresentará a maior perda registrada em 120 anos.

Na leitura anterior, realizada no mês de abril, a estimativa da Instituição era uma queda de 5,3%.

Contudo, a perda é generalizada, pois os dados globais estão bem pessimistas. De acordo com o FMI, o PIB global deve recuar 4,9% neste ano – a previsão anterior era queda de 3%.

Essa será a primeira vez que todas as regiões apresentam desempenho negativo, tudo isso influenciado pela pandemia do coronavírus.

Por outro lado, a Instituição deixa claro que as economias mais avançadas terão uma queda do PIB de 8%, enquanto as economias emergentes devem recuar 3%.

Medidas fiscais

De acordo com o FMI, as medidas fiscais anunciadas até aqui pelos países já somam cerca US$ 10 trilhões e o Fundo estima que a dívida bruta global deverá alcançar 101,5% do PIB em 2020.

Só no Brasil, a estimativa é que a dívida bruta alcance os 102,3% do PIB neste ano, recuando para 100,6% do PIB em 2021.

Retomada para 2021

Para 2021, o FMI estima um crescimento mundial de 5,4%, abaixo dos 5,8% projetados em abril. Contudo, para o Brasil, a projeção é de um avanço de 3,6%, acima dos 2,9% previsto em relatório anterior.

Leia também:


Gostou da nossa matéria? Para ficar sempre atualizado, siga nossas Redes Sociais: Facebook, TwitterInstagram.

Para relatar erros, clique aqui. Conteúdo publicado originalmente por bonsinvestimentos.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.