Economistas perguntam: por que o Brasil não imprime dinheiro para enfrentar a crise?

Dinheiro Agência Brasil

A impressão de dinheiro pelo governo federal é uma ideia que ganhou força entre especialistas como estratégia momentânea para o país enfrentar a crise e amenizar os impactos da pandemia na economia brasileira.

Apesar de refutada por muitos teóricos, ganhou o apoio de especialistas reconhecidos no Brasil, como André Lara Resende, Pérsio Arida e Henrique Meirelles.

O presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, porém, já descartou tal medida. Seu argumento é que o risco de inflação seria alto.

“Eu acho que a saída não é por aí. É uma ideia, estamos sempre dispostos às ideias, mas hoje nós não entendemos que seja a melhor saída”, afirmou à imprensa. 

Para especialistas, risco de inflação não existe com retração em alta

Para alguns economistas, porém, não há possibilidade de surgir pressão inflacionária neste momento diante do baixo nível de atividade econômica atual. O cenário brasileiro do momento envolve três meses consecutivos de deflação e alto nível de desemprego.

Além disso, haveria outras maneira de injetar liquidez na economia: a compra de títulos de instituições financeiras pelo Banco Central, o que deixaria mais dinheiro para bancos e empresas emprestarem, se o governo comprasse recebíveis e dívidas das empresas, como forma de aliviar as contas. 

Quando alguém compra um título de uma empresa está emprestando dinheiro a essa empresa. Depois, pode-se trocar o título para recuperar o dinheiro. Tal medida aumentaria o dinheiro em circulação.

Outros especialistas alertam que, caso o governo continue recusando o método de imprimir dinheiro ou comprar títulos, a economia nacional sentirá ainda mais a retração, principalmente no curto prazo, atingindo a renda dos brasileiros.

Leia também:


Gostou da nossa matéria sobre “Por que Brasil não imprime dinheiro para enfrentar a crise?“?

Para ficar sempre atualizado com nossas notícias, siga nossas Redes Sociais: Facebook, Twitter e Instagram.

Para relatar erros, clique aqui. Conteúdo publicado originalmente por bonsinvestimentos.com.br.

Revisão e edição: Cintia Salomão

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.