Títulos públicos operam sem tendência definida nesta terça-feira (16)

Na terça-feira, 16, os títulos públicos apresentaram movimentos opostos, isso um dia antes da decisão de política monetária do Copom (Comitê de Política Monetária do Banco Central).

Ao que tudo indica, a declaração do presidente do Federal Reserve (FED), Jerome Powell, deixou os investidores cautelosos.

Powell declarou que as pessoas demitidas durante a quarentena poderão demorar a ter seus empregos de volta. E aquelas ligadas ao setor de serviços serão as mais prejudicadas.

Além disso, a notícia envolvendo novamente uma segunda onda de contágio por Covid-19 em Pequim, na China, trouxe cautela a todos os mercados.

Dados do Brasil

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) anunciou que as vendas no varejo brasileiro recuaram 16,8% em abril na comparação com o mês anterior.

De acordo com a instituição, a queda foi a maior já registrada, refletindo os efeitos do isolamento social.

Na comparação com o mesmo período do ano anterior, as vendas também registraram queda de 16,8%.

Diante deste cenário, a expectativa é de que o Copom volte a reduzir a Taxa Selic em 0,75 ponto percentual.

Exterior

Na cena externa, o destaque fica por conta de novos estímulos anunciados pelo FED.

A instituição anunciou uma mudança significativa em seu programa de compra de títulos. Agora será permitido a aquisição de bônus de empresas individualmente. Antes, o programa abrangia apenas os fundos negociados em bolsa (ETFs).

Por fim, o Governo dos Estados Unidos também deverá anunciar uma nova proposta de estímulo para infraestrutura.

Leia também:


Gostou da nossa matéria? Para ficar sempre atualizado, siga nossas Redes Sociais: Facebook, TwitterInstagram.

Para relatar erros, clique aqui. Conteúdo publicado originalmente por bonsinvestimentos.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.