Os 10+ de novembro de 2017

Atualizamos a nossa seção “Os 10+ da Renda Fixa” com o mapeamento dos 10 melhores investimentos para novembro de 2017 na visão dos autores do blog “Bons Investimentos”:

melhores investimentos para novembro de 2017

Obs.1: Mapeamento realizado em 01/nov/17. Não deve ser entendido como recomendação de compra, pois é apenas uma visão dos autores deste blog. Para atualizações e mais opções de investimentos, pode ser realizado o acesso direto ao site das corretoras / bancos: Daycoval, Easynvest, XP Investimentos e Rico.

Obs.2: Para encontrar investimentos em LCI e LCA para curto prazo (abaixo de 6 meses), acesse o site do Daycoval através deste link.

Obs.3: Além das taxas de rentabilidade, outros fatores são levando em consideração neste mapeamento, como, por exemplo, “saúde financeira” das instituições. 


Para quem está em busca de investimentos rentáveis e seguros, preparamos um material contendo a nossa estratégia de investimento e detalhando toda a nossa carteira. Você saberá exatamente onde fazemos nossas aplicações visando maximizar os lucros e os mecanismos que utilizamos para minimizar os riscos.

Não perca a oportunidade e conheça o nosso guia!


Previsão de rentabilidade líquida anual


Foram adotadas as seguintes premissas:

  • Juros compostos.
  • CDI: +7,39% ao ano
  • IPCA: +2,54% ao ano (acumulado dos últimos 12 meses)

Obs.: Foram utilizados valores vigentes no início de novembro de 2017. Para consultar os valores atualizados e as previsões do CDI, SELIC e IPCA, acesse nossa seção específica sobre estes índices.

Esta previsão serve apenas como ordem de grandeza, pois como visto no artigo sobre os investimentos em Renda Fixa a verdadeira rentabilidade de títulos pós-fixados só é conhecida no momento do resgate do investimento.

Desempenho da poupança


Para fins comparativos, é bom saber também a rentabilidade da poupança, certo?

Com a queda da Taxa Selic para valores abaixo de 8,50%, a rentabilidade da poupança para depósitos feitos a partir de 04/05/12 muda de regra e passa a ser: 70% da Taxa Selic + TR.

Como a TR foi zero em setembro e outubro e a Taxa Selic estava em 7,50%, estima-se uma rentabilidade líquida para os próximo 12 meses de 5,25%.

Obs.: Para os depósitos antigos em cadernetas de poupança (realizados antes de mai/12), a rentabilidade continua sendo “0,50% ao mês + TR”. O desempenho desta modalidade nos últimos 12 meses foi de 7,3%.

Segurança é fundamental: lembre-se do FGC


Os investimentos em LCI, LCA e CDB possuem um seguro automático de até R$ 250.000, por CPF e instituição financeira.

Para conhecer ou relembrar as características deste seguro, recomendamos a leitura do nosso artigo específico sobre o FGC.

Obs.: Apesar dos títulos públicos (Tesouro Direto) não serem garantidos pelo FGC, estes investimentos são considerados por especialistas os ativos mais seguros do mercado, conforme explicado no guia sobre o Tesouro Direto.


A escolha por determinado investimento é algo muito particular e não depende exclusivamente da rentabilidade, pois fatores como liquidez (ou seja, o prazo em que você poderá resgatar o dinheiro) e valores mínimos de aplicação devem ser levados em consideração.


Como o nosso blog é gratuito, caso tenha gostado deste material, nosso pedido é o mesmo de sempre: ajude-nos na divulgação, através do compartilhamento deste artigo no Facebook.

 





6 Comentários


  1. Prezados Haroldo e Ricardo,

    Desde o início de 2017 venho acompanhando o blog de vocês e, antes de mais nada, gostaria de agradecer a grande ajuda financeira que vocês disponibilizam no site. Graças a vocês eu saí de uma LCI 70% do CDI do BB e conheci a Rico, a Easynvest, a XP e o banco Daycoval.
    Contudo, gostaria de tirar uma dúvida pois já procurei no site e não vi até agora nenhum post sobre investimentos com robôs.
    Meu dinheiro é totalmente aplicado na renda fixa. Contudo, meu pai, que possui um perfil altamente conservador, recentemente, retirou o dinheiro dos bancos os quais ele investia (Bradesco Prime e Citibank) pois só esse ano ele já perdeu 50 mil reais, visto que o gerente do banco aplicou o dinheiro dele em fundos multimercados se valendo da falta de conhecimento financeiro do meu pai, enganando-o dizendo que era “muito seguro”.
    De qualquer forma, meu pai possui aproximadamente 1 milhão para investir. A minha questão é: devo seguir a estratégia de dividir o dinheiro dele em diferentes investimentos de renda fixa, em diferentes corretoras, para garantir o FGC, ou devo investir com os chamados “robôs” ??
    Fiquei em dúvida também por que meu pai declara o imposto de renda e “ouvi falar” que as plataformas de robôs fazem o detalhamento minuscuoso, o que poderia ficar prejudicado caso dividisse o investimentos para varios bancos, que podem informar de forma diferente e depois dar algum problema?
    Desculpa a pergunta grande, mas muito obrigado desde já!
    😀

    Responder

    1. Pedro, ficamos muito contentes com o seu depoimento e por saber que você se livrou de uma LCI de 70% do CDI.

      Infelizmente, os gerentes de banco fazem o melhor investimento para o banco e não para o seu cliente. Se o seu pai é altamente conservador (como você mesmo disse), o ideal é que mantenha a maior parte do dinheiro aplicado na Renda Fixa e com a cobertura do FGC. Entretanto, você pode reservar uma parcela menor (em torno de 10%) para tentar ganhos mais expressivos em Renda Variável (ações, fundos imobiliários, etc.).

      Em relação aos robôs, nós nunca utilizamos esta “forma” de investir. Já ouvimos algumas histórias boas, mas já lemos muitos relatos ruins também. A principal crítica é a seguinte: se o robô fosse realmente tão bom, o dono dele não precisaria vendê-lo, pois deixaria-o trabalhando para si mesmo e fazendo fortuna.

      Em relação às dificuldades na declaração do imposto de renda, nunca tivemos qualquer problema mesmo investindo em vários bancos. Basta fazer a declaração exatamente como o Informe de Rendimentos enviado pela instituição financeira e/ou corretoras.

      Esperamos ter ajudado um pouco!

      Responder

      1. Prezados Haroldo e Ricardo,

        Muito obrigado pela informação. Vou repassa-la ao meu pai. O meu maior medo de investir em uma renda fixa é o risco de crédito, mas já que tem a cobertura do FGC, aí fica mais tranquilo.

        Responder

        1. Pedro, mesmo existindo o FGC, o ideal é saber selecionar os bancos de médio porte com boa saúde financeira para não precisar passar pelo processo burocrático de pedir socorro ao fundo. Um abraço e volte sempre!

          Responder

  2. Prezados Haroldo e Ricardo
    Fiz meu investimento na easyinvest no banco agiplan , com CDB com taxa de 120,5% CDI, para 3 anos , que é meu limite de investimento em termos de prazo, o ratting do agiplan está bom ? Investi neste banco porque vi a recomendação dele nos top 10

    Obrigado

    Responder

    1. Marcelo, você pegou uma excelente taxa. Parabéns pela escolha. O Banco Agiplan está com excelentes números, tendo lucros nos dois últimos anos. Não consegui consultar o rating do banco, mas pelas nossas análises a saúde financeiro do banco é boa e não vemos motivos para preocupação. Este foi um dos motivos pelos quais passamos a incluir este banco em nosso radar. Um abraço e volte sempre para trocarmos mais ideias!

      Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *