Brasil garantido na Copa do Mundo de Clubes da FIFA

Pela 4ª vez na história da Libertadores, iniciada em 1960, a final é realizada entre dois times do mesmo país.

Palmeiras e Santos disputam o título mais desejado das Américas no dia 30 de janeiro de 2021 no Maracanã (Rio de Janeiro). O campeão conta com passaporte garantido para a Copa do Mundo de Clubes da FIFA e significativo prêmio monetário.

brasil-na-final-da-libertadores-santos-e-palmeiras


Estudo desenvolvido pelo site Bons Investimentos organizou, num infográfico interativo,  estatísticas relacionadas à Final histórica da Libertadores 2020: pela quarta vez na história, dois times de mesma nacionalidade se enfrentam na final do torneio de futebol mais cobiçado das Américas.

O campeão do torneio não só contará com premiação financeira de até 22,6 milhões de dólares1, mas também terá garantida vaga na disputa da Copa do Mundo de Clubes da FIFA, a ser disputada em fevereiro de 2021 no Qatar.

Palmeiras e Santos disputam a vaga na final de jogo único marcado para o dia 30 de janeiro de 2021. Ambos os times contam com extenso histórico, tanto em disputas na Libertadores quanto em confrontos diretos. Análise abaixo mostra os históricos e compara as chances de cada equipe.

Dobradinha histórica na Libertadores


A Copa Libertadores da América teve sua primeira edição em 1960. Desde então, a cada ano nova edição do torneio é realizada, completando, em 2020, sua 61ª edição.

Apesar de já ter tido 61 finais, em apenas 4 delas dois times de mesma nacionalidade disputaram o título, sendo que em 3 delas ambos os times eram brasileiros e, na outra, ambos os times eram argentinos. São elas:

  • 2005 (BRA): Athletico Paranaense x São Paulo (vencedor)
  • 2006 (BRA): São Paulo x Internacional (vencedor)
  • 2017 (ARG): Boca Juniors x River Plate (vencedor)
  • 2020 (BRA): Palmeiras x Santos

Premiação monetária pelos torneios


Ser campeão das Américas já poderia ser motivação suficiente para muitos times. A premiação monetária, porém, também serve de grande motivador.

Ao campeão da Copa Libertadores, a premiação pode chegar a 22,6 milhões de dólares (somando ganhos de todas as fases), o equivalente a, aproximadamente, R$ 119,2 milhões.

Já a Copa do Mundo de Clubes da FIFA, fornece prêmio de 6 milhões de dólares2 ao vencedor, cerca de R$ 31,7 milhões, além de um bônus pela receita de marketing.

Abaixo, resumo das premiações para a Libertadores e o Mundial Interclubes.

Libertadores – prêmios:

  • Fase de Grupos: 3 milhões de dólares, R$ 15,9 milhões
  • Oitavas de final: 1,05 milhão de dólares, R$ 5,6 milhões
  • Quartas de final: 1,5 milhão de dólares, R$ 7,9 milhões
  • Semifinais: 2 milhões de dólares, R$ 10,6 milhões
  • Vice: 6 milhões de dólares, R$ 31,7 milhões
  • Campeão: 15 milhões de dólares, R$ 79,4 milhões

Copa de Mundo de Clubes da FIFA – prêmios:

  • 7º colocado: 2,5 milhões de dólares, R$ 13,2 milhões
  • 6º colocado: 2,5 milhões de dólares, R$ 13,2 milhões
  • 5º colocado: 2,5 milhões de dólares, R$ 13,2 milhões
  • 4º colocado: 3,0 milhões de dólares, R$ 15,9 milhões
  • 3º colocado: 4,0 milhões de dólares, R$ 21,2 milhões
  • Vice: 5,0 milhões de dólares, R$ 26,5 milhões
  • Campeão: 6,0 milhões de dólares, R$ 31,7 milhões (bônus de até 4 milhões de dólares, R$ 21,2 milhões)

* US$ 1,00 = R$ 5,29. Data: 20/jan./2021.

Maiores finalistas da história


A análise do histórico de finalistas da Libertadores mostra que a Argentina é o país mais frequentemente presente na final do campeonato, estando em 37 ocasiões. Em seguida, vem o Brasil com 36 participações em finais.

Já para a Copa do Mundo de Clubes da FIFA, dois países empatam na primeira colocação: Espanha e Brasil participaram 8 vezes da final do campeonato.

Quando são analisados os clubes participantes da final, os times que mais estiveram presentes na final da Libertadores foram Boca Juniors-ARG, Peñarol-URU, Independiente-ARG, River Plate-ARG e Olimpia-PAR.

Para a Copa do Mundo de Clubes da FIFA3, os mais presentes foram Real Madrid-ESP, Barcelona-ESP, Corinthians-BRA e Liverpool-ING.

Abaixo listagem completa com os maiores vencedores de cada competição.

Libertadores – maiores vencedores:

Por país

  • Argentina: 25 títulos e 12 vice em 37 finais disputadas
  • Brasil: 20 títulos e 16 vice em 36 finais disputadas
  • Uruguai: 8 títulos e 8 vice em 16 finais disputadas
  • Colômbia: 3 títulos e 7 vice em 10 finais disputadas
  • Paraguai: 3 títulos e 5 vice em 8 finais disputadas
  • Chile: 1 título e 5 vice em 6 finais disputadas

Por clube

  • Independiente-ARG: 7 títulos e nenhum vice em 7 finais disputadas
  • Boca Juniors-ARG: 6 títulos e 5 vice em 11 finais disputadas
  • Peñarol-URU: 5 títulos e 5 vice em 10 finais disputadas
  • River Plate-ARG: 4 títulos e 3 vice em 7 finais disputadas
  • Estudiantes-ARG: 4 títulos e 1 vice em 5 finais disputadas
  • Olimpia-PAR: 3 títulos e 4 vice em 7 finais disputadas
  • Nacional-URU: 3 títulos e 3 vice em 6 finais disputadas
  • São Paulo-BRA: 3 títulos e 3 vice em 6 finais disputadas
  • Grêmio-BRA: 3 títulos e 2 vice em 5 finais disputadas
  • Santos-BRA: 3 títulos e 1 vice em 4 finais disputadas

Mundial Interclubes – maiores vencedores:

Por país

  • Espanha: 7 títulos e 1 vice em 8 finais disputadas
  • Brasil: 4 títulos e 4 vice em 8 finais disputadas
  • Inglaterra: 2 títulos e 2 vice em 4 finais disputadas

Por clube

  • Real Madrid-ESP: 4 títulos e nenhum vice em 4 finais disputadas
  • Barcelona-ESP: 3 títulos e 1 vice em 4 finais disputadas
  • Corinthians-BRA: 2 títulos e nenhum vice em 2 finais disputadas
  • Liverpool-ING: 1 título e 1 vice em 2 finais disputadas

Conheça também o infográfico “Brasileirão sem Torcida: o preço das arquibancadas vazias” 

Palmeiras e Santos: histórico de conflitos


A última parte da análise considera o histórico de conflitos do Palmeiras e do Santos tanto na Libertadores quanto em confrontos diretos.

Considerando apenas histórico em finais de Libertadores, tanto Palmeiras quanto o Santos já participaram de 4 edições. Porém, com desempenhos opostos.

Desempenho em finais de Libertadores

  • Palmeiras: 4 finais, 1 título (1999) e 3 vice (1961, 1968 e 2000).
  • Santos: 4 finais, 3 títulos (1962, 1963 e 2011) e 1 vice (2003).

Quando considerado o confronto direto entre as duas equipes, porém, o resultado se inverte, dando vantagem ao Palmeiras, conforme compilado de competições diversas pelo site oGol4, com conflitos entre as duas equipes desde 1916.

Abaixo análise de vitórias em conflitos diretos para os últimos 10 jogos, 20 jogos, 50 jogos e total de confrontos.

Vitórias em confronto direto

  • Últimos 10 jogos: 4 Palmeiras, 4 empates, 2 Santos.
  • Últimos 20 jogos: 9 Palmeiras, 7 empates, 4 Santos.
  • Últimos 50 jogos: 23 Palmeiras, 15 empates, 12 Santos.
  • Todos os jogos: 129 Palmeiras, 77 empates, 89 Santos.

Todas as informações mencionadas acima podem ser visualizadas no infográfico interativo abaixo.

[INFOGRÁFICO]

Fontes:

(1) Conmebol. Site: https://www.conmebol.com/. Acesso em: 20/jan/2021.

(2) Sportkz. Site: https://www.sportekz.com/football/club-world-cup-2020-prize-money/. Acesso em: 20/jan/2021.

(3) FIFA. Site: https://www.fifa.com/. Acesso em: 20/jan/2021.

(4) oGol. Site: https://www.ogol.com.br/. Acesso em: 20/jan/2021.


Este infográfico e o respectivo estudo para a sua elaboração foram desenvolvidos pela equipe do site bonsinvestimentos.com.br.

A sua reprodução e divulgação em outras mídias é autorizada desde que seja citada a origem e incluído um link para esta publicação original.

Faça um comentário

SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS!

Publicidade

Procure o tema do seu interesse

Usamos cookies e tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência neste site e personalizar publicidade. Ao continuar navegando, você concorda com isso.
ssssssssss